Gestão / Mercado

O novo normal: a integração dos canais de loja física e online

Se fala bastante em “novo normal”, ou seja, em como a pandemia do novo coronavírus está forçando mudanças em todos […]

O novo normal: a integração dos canais de loja física e online

Se fala bastante em “novo normal”, ou seja, em como a pandemia do novo coronavírus está forçando mudanças em todos os âmbitos da vida pessoal e também nos negócios. Em relação ao comércio, sem dúvidas, está incluída a integração de canais de loja física e online nesta nova fase, já que as pessoas estão evitando sair às ruas e optando por comprar online, e de suas casas.  De fato, empresas que não se atualizarem e evoluírem neste novo momento, podem acabar tendo consequências graves.

Vamos entender um pouco mais sobre a importância da integração dos canais de loja física e online nesse momento e no pós pandemia?

O novo normal já se estabeleceu

         O novo normal, como falamos anteriormente, já se estabeleceu, porém, ele pode ser visto, também, como uma oportunidade para as empresas se atualizarem. Para que você tenha uma ideia melhor, só com o fechamento das lojas físicas no Brasil, o número de novos consumidores em e-commerces cresceu 32% e o faturamento das lojas virtuais brasileiras, somente em abril, teve aumento de 81% em relação ao ano anterior.

Saiba mais como o e-commerce tem sido solução na crise, clique aqui!

Nesse cenário, uma das formas mais promissoras dessa atualização para os varejistas é o chamado omnichannel, ou seja, a integração de canais de venda, online e offline, com o objetivo de proporcionar uma experiência melhor ao consumidor, que tem comportamento cada vez mais híbrido. É muito importante destacar, entretanto, que a estratégia de integração de canais não é obrigatoriamente uma premissa para que todas as lojas físicas tenham um e-commerce. O que se busca nessa integração de canais, portanto, é o encurtamento das barreiras entre o online e o offline.

Exemplo: uma loja física pode, por exemplo, dar a opção ao consumidor para que ele compre o produto online, mas possa retirar na loja física.  De acordo com dados disponibilizados pela NZN Intelligence, plataforma de inteligência e pesquisa, dos 82% consumidores brasileiros que compram online, 74% preferem a modalidade de ir buscar as suas compras em uma loja física.

Os shoppings e a integração de canais

         Devido ao fechamento das lojas físicas durante a pandemia, os shoppings foram muito afetados e, por isso, suas operadoras estão precisando repensar seus investimentos. Segundo informações de Ruy Kameyama, presidente da BR Malls, e Rafael Sales, presidente da Aliansce, dois importantes grupos de shopping, o perfil dos investimentos vai mudar e uma significativa parcela deles será direcionado para a integração dos canais físico e online.

         Entre as soluções digitais para a integração dos canais, está a digitalização dos estoques dos lojistas e a integração dos produtos em diferentes marketplaces. Esse passo será importante, principalmente, para os pequenos lojistas, que ainda não possuem seu próprio e-commerce.

Magazine Luiza já utiliza integração de canais 

O Magazine Luiza é um dos cases de maior sucesso quando o assunto é empresas que utilizam a integração de canais. Entre os recursos utilizados está a possibilidade de realização de compras pelo app, sendo possível localizar lojas e ver quais produtos estão disponíveis em cada uma, e a compra online com retirada na loja física, que é o método responsável por cerca de 30% das vendas online da empresa.

Tags:,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Chegou sua hora de crescer sem limites

Avalie por 10 dias grátis.

Crie sua loja