Gustavo Perina

13 de abril de 2021

Compartilhar

Vale a pena integrar minha loja virtual na Netshoes?

3 min de leitura

Ter uma loja virtual bem estruturada nunca foi tão promissor, já que o mercado de e-commerce está cada vez mais aquecido. Isso ocorre em função de fatores como a transformação digital, as mudanças no perfil do consumidor e a pandemia de coronavírus.

Em contrapartida, quem tem um pequeno negócio online sabe o desafio que é atrair os potenciais clientes em meio à tanta concorrência. Nesse contexto, uma estratégia eficiente é investir em grandes marketplaces como a Netshoes marketplace.

Se você tem uma loja de artigos esportivos, que oferece desde roupas fitness e suplementos, é possível ampliar a visibilidade do seu negócio e alavancar as vendas sem muito esforço através dessa estratégia. 

Por que minha loja virtual deve estar presente em marketplaces?

Os marketplaces podem ser comparados aos shoppings na internet. Assim como os espaços físicos, concentram diferentes lojistas, bem como seus produtos e serviços. Por isso, é um canal que atrai cada vez mais consumidores. 

Para se ter ideia, a 42º edição do Webshoppers aponta que os varejistas presentes nessas plataformas têm participação de 78% no faturamento total do mercado de e-commerce. Além disso, a pandemia de coronavírus acelerou ainda mais a tendência, gerando resultados como os R$30 bilhões de faturamento no primeiro semestre de 2020. 

Números como esses apontam as vantagens de estar presente nesses canais, já que são importantes ferramentas de alcance, vendas e lucratividade. No entanto, é preciso investir nos marketplaces mais adequados, neste caso voltados aos artigos esportivos.

Conheça a Netshoes

A Netshoes foi fundada nos anos 2000. Iniciou suas atividades em São Paulo como uma pequena loja de calçados. Ao longo dos anos, o empreendimento cresceu e deu lugar a uma loja de artigos esportivos com oito filiais espalhadas pela capital. 

No entanto, o projeto de expansão não deu certo e, algum tempo depois, foi necessário fechar algumas lojas. Em um período de dificuldades, a marca precisou inovar e passou a operar também no setor de e-commerce, permanecendo em ambos os ambientes, físico e virtual, até 2007. A partir daí, teve início a trajetória exclusivamente online.

Com um faturamento médio na casa dos R$2 bilhões, a Netshoes passou a investir no marketplace em 2016. Atualmente, esse já representa aproximadamente 24% das vendas  totais da companhia. Somente no segundo trimestre de 2019, a plataforma faturou R$583 milhões, um crescimento de aproximadamente 290% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

Vale a pena integrar o e-commerce ao Netshoes marketplace?

Como você pôde comprovar, a Netshoes é uma das maiores marcas de artigos esportivos do Brasil. Ao participar do seu marketplace, os lojistas podem inserir seus produtos, criar promoções e alcançar um grande número de potenciais clientes que já possuem um relacionamento com a empresa.

Seguindo alguns requisitos pré-estabelecidos pela Netshoes, é possível vender na internet contando com recursos como:

  • antecipação de recebimentos;
  • cross-selling de produtos;
  • presença em multiplataformas;
  • condições e formas de pagamento iguais aos da plataforma, além do mesmo padrão de atendimento ao cliente. 

O comissionamento é cobrado por categorias de produtos, podendo chegar a 20% do valor total dos produtos. 

Gostou do nosso conteúdo sobre o marketplace da Netshoes? Quer saber mais sobre outros assuntos relacionados ao setor de e-commerce? Então acompanhe as redes sociais da Webstore!

Últimas postagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *