Eduarda Guedes

23 de julho de 2021

Compartilhar

Como ter uma loja virtual com controle de estoque?

14 min de leitura

O controle de estoque é um problema comum entre empreendedores, seja nas lojas onlines e físicas, onde controlar estoque exige que você esteja sempre revisando tudo que tem e o que precisa ser reposto. Para te ajudar com isso, fizemos um artigo dando todas as dicas que você precisa saber para ter seu estoque sempre controlado e com produtos suficientes para suprir as necessidades do seu cliente e da sua loja virtual. Confira!

O que é controle de estoque?

A gestão de estoque nada mais é do que a gestão de bens e produtos nos setores industrial e comercial, ou seja, entradas e saídas. Responsável pelos procedimentos de registro, inspeção e controle de produtos, e produtos utilizados em ferramentas e equipamentos, bem como materiais e produtos fabricados ou comercializados. 

Inclui atividades de planejamento, organização e gestão. Para Material Flow, o objetivo do controle de estoque é informar a você cada item disponível em sua loja virtual e o valor em dinheiro de cada item.

Portanto, pode-se dizer que o principal objetivo da gestão de estoques é financeiro. Manter um bom estoque pode ser caro e problemático. Se bem administrado, você pode minimizar seu investimento e minimizar suas perdas, tendo um controle ineficaz. 

Portanto, um bom gerenciamento de estoque é uma das tarefas importantes de um negócio de sucesso no e-commerce. Isso otimiza o espaço físico disponível e oferece vários benefícios: 

  • Facilita a gestão e controle de compras mais eficientes;
  • Aumentar as vendas facilitando o gerenciamento de produtos por meio de estoque com alto giro e execução eficiente da produção;
  • Melhorar a comunicação entre os departamentos de compras, vendas, estoque, finanças e logística;
  • Reduzir perdas e danos causados ​​por produtos defeituosos ou ineficientes;
  • Melhorar a produtividade e a satisfação.

Desta forma, um bom controle de estoque permite que os proprietários das lojas virtuais antecipem a demanda por mercadorias. Em outras palavras, a quantidade a ser comprada para um determinado produto resulta em uma redução nas vendas ou em estoque.

Quais são os tipos de controle de estoque?

A definição de um método de gestão de estoque é fundamental no setor de distribuição e logística para a tomada de decisões operacionais e financeiras do negócio. 

A indústria causa impacto, mas este é o melhor método de gerenciamento de estoque. Dependendo do seu ramo, escolher a estratégia certa garantirá seus benefícios. 

  1. PEPS

O método de gestão de estoque PEPS (First In, First Out) é um dos mais comuns e apresenta a saída das mercadorias em ordem cronológica.  Essa opção ajuda a reduzir o desperdício, principalmente nos setores que lidam com produtos perecíveis.

  1. UEPS

A sigla UEPS significa Last-In, First-Out, exatamente o oposto de PEPS. 

Nesse caso, o gerente anula a exclusão do último item inserido no estoque. Isso ocorre porque eles são mais caros do que os itens que já estão em estoque. Este método não é útil para empresas que lidam com alimentos frescos.

  1. Custo Médio

O custo médio, também conhecido como média móvel ponderada (MPM), também é aceito na receita para fins fiscais. 

Para este modelo, você precisa somar o valor do produto já em estoque e o novo produto dividido pelo número total de produtos. O resultado é o custo médio por produto, cujo valor é utilizado para calcular os impostos da empresa.

  1. Just in Time

Os métodos de gerenciamento de estoque que não podem ser usados ​​diretamente para a receita, incluem o tipo “just-in-time”. 

Este modelo é recomendado para manutenção mínima de estoque e é adequado para lojas virtuais que desejam reduzir seus custos de estoque. Para melhorar a precisão das operações 

Recomendamos que você use um sistema de gerenciamento de negócios (ERP) capaz de prever e gerenciar o estoque.

  1. Curva ABC

Dentre os métodos utilizados para a gestão de estoques, destaca-se a curva ABC, e os produtos com fatores como vendas e lucro operacional considerados são listados nas três categorias a seguir: 

  • Classe A: 20% do produto e 80% do valor do estoque. 
  • Classe B: 30% do produto e 15% do valor da ação. 
  • Classe C: 50% do produto e 5% do preço da ação. 

Uma das vantagens da Curva ABC é sua capacidade de otimizar as operações à medida que aumentam o giro do estoque e o conhecimento da adequação do produto.

  1. Preço Específico

Esta é a opção de gerenciamento de estoque recomendada para produtos como carros e máquinas. 

Nesse cálculo, o preço específico do item descreve o processo de remoção de um item do estoque pós-venda, supondo que o valor total do estoque inclui o custo total específico do item.

  1. Giro de estoque

O controle de giro de estoque é calculado para determinar o desempenho de um distribuidor e o fluxo de mercadorias ao longo de um período. 

O cálculo requer uma estimativa do armazenamento e da produção do produto. Por exemplo, se uma empresa estoca 5.000 telefones celulares em simultâneo, e vende 100.000 por ano, o cálculo é: A cada 18 dias, uma média de 20 rotações.

  1. Ciclo PDCA

O ciclo PDCA para gestão de estoque é baseado no planejamento, execução, verificação e ação. Ele se concentra em operações e solução de problemas. A seguir está um exemplo passo a passo. 

Você precisa identificar e otimizar o processo que está causando o problema. Identifique a causa do problema:

  • Crie um plano de ação para abordar a causa do problema; 
  • Execute o plano de ação; 
  • Verifique se o problema foi resolvido. 

Determinar o melhor método de gerenciamento de estoque para o seu negócio depende do mapeamento de suas necessidades e dos detalhes do segmento.

Cada um desses tipos de gestão de estoque são voltados a um formato ou ramo de loja virtual, onde se deve analisar seus pontos cruciais e escolher aquele que mais condiz com o seu perfil de negócio. 

Por que é importante fazer controle de estoque?

O gerenciamento de estoque é essencial porque representa muito dinheiro e lucro. Isso significa que quando um produto fica sem uso por muito tempo, o dinheiro não gira e há um custo para armazená-lo. Abaixamos listamos 4 benefícios do controle de estoque:

  1. Fornece análise mais precisas de estoque

Um bom controle de estoque é importante para saber a quantidade de produtos em estoque. Com essas informações, você pode realizar análises e comparar produtos em estoque e em demanda para determinar se deve comprar materiais.

  1. Controla os acessos ao estoque

Além de controlar estritamente o acesso aos seus produtos, seu estoque geral é igual aos fundos não utilizados, portanto, ter um plano de compra adequado é muito importante. E só é possível quando existe uma gestão de estoque. 

  1. Proporciona maior conhecimento na quantidade de mercadorias

O controle de estoque ainda permite que você conheça melhor quais mercadorias saem mais e quais entram e acabam ficando. Ter essa noção, proporciona a você um entendimento dos produtos que são mais aceitos pelo seu público e aqueles que não são tão procurados. 

  1. Ajuda no planejamento e reposição de estoque

O controle de estoque irá trazer uma melhor visão para fazer o planejamento de reposição, trazendo uma visão dos produtos mais adquiridos. Desta forma você pode equilibrar seu estoque da forma correta para não ter produtos parados ou em falta. 

Esses benefícios proporcionam uma otimização de investimento e melhor lucratividade. 

Como fazer o controle de estoque da sua loja virtual

Para que você tenha sucesso no seu controle de estoque separamos alguns passos fundamentais para aplicar na sua loja virtual. 

Passo 1: Classificação de material

Seu estoque pode ser categorizado por características, por forma, tamanho, peso, tipo e aplicação. Os sistemas de inclinação e codificação são essenciais para o armazenamento adequado, gerenciamento de estoque eficiente e armazenamento sem problemas. 

Se o gerente de estoque não tiver a classificação, o código e a descrição ao pesquisar produtos arquivados, pode demorar muito para encontrar o produto e até mesmo enviar o produto errado para a pessoa errada.

Passo 2: Definir estoque mínimo e estoque máximo para cada produto

A participação mínima também é chamada de estoque de segurança. Em outras palavras, é usado para determinar quando você deve comprar aquele item e não irá esgotar ou ser vendido. Você também pode usar essa quantidade especificada até que o pedido chegue à empresa. 

Um controle de estoque ajuda a equilibrar essa quantidade de produtos parados e disponíveis. Como resultado, você não vai comprar muito, evita uma perda real de espaço e evita problemas como a vida útil de produtos frescos.

Passo 3: Fazer inventário do seu estoque

Conte os produtos para determinar a quantidade real de um item, facilitar a classificação e realizar esse controle em uma planilha ou usando um software de gerenciamento de estoque. Acima de tudo, mantenha os dados do seu produto atualizados. 

Obviamente, o sistema não é apenas para gerenciamento de estoque, é apenas uma ferramenta de gerenciamento.

Passo 4: Controle a qualidade do seu estoque

É necessário verificar sistematicamente a qualidade do estoque, determinar a causa do dano e descartar produtos que não atendam à qualidade esperada. Assim, você pode mostrar a seus clientes a segurança e a qualidade de seus produtos enquanto resolve problemas com seu fornecedor.

Passo 5: Controlar o custo médio de cada produto

Isso representa o valor cobrado como o custo médio de compra de cada produto. Portanto, ignorar aumentos recentes pode custar menos do que o preço de que você precisa para manter sua conta comercial atualizada. 

Portanto, é essencial usar cálculos de custo médio para equilibrar as vendas e, por fim, gerar lucros para o seu negócio. Você pode ver os produtos estratégicos mais importantes em outras lojas? Se você não puder responder, saiba que não está sozinho.

Seguindo esses passos você terá muito sucesso no seu controle de estoque. 

Quais são os principais erros na gestão do estoque?

Erros são comuns quando falamos em controle de estoque, pensando nisso listamos cada um deles para que você saiba se está errando e no que melhorar. 

1. Comprar mais do que o necessário

Pode parecer óbvio, mas é mais comum do que você pode imaginar em empresas de qualquer tamanho ou segmento. Na maioria das vezes, isso é causado por uma falta de controle de erros de comunicação, um sistema insuficiente e processos insuficientes. 

Colocar o produto  em uma prateleira sem movê-lo significa reduzir o uso de espaço com o risco de desperdiçar dinheiro desnecessário. Portanto, as compras estão sempre dentro do escopo de uma estratégia de gestão baseada em projeções de vendas, sendo necessário um monitoramento contínuo. 

Também é fundamental integrar equipes treinadas na área de manuseio de materiais e, claro, ter acesso a sistemas de gestão eficientes e atualizados.

2. Não realizar inventários periódicos

Um dos principais erros na gestão de estoque é não estocar estoque. Nada é mais sério do que a escassez de produtos vendidos e entregues devido a falhas de sistema e de comunicação física. 

Imagine que isso pode causar turbulência na sua loja virtual. Você entende como o gerenciamento de estoque vai além das operações e afeta a qualidade do atendimento ao cliente? O inventário regular do estoque, o gerenciamento de tudo o que entra e sai das prateleiras e a retenção constante de informações precisas no sistema, são para precipitação, alto custo e, acima de tudo, gerenciamento adequado para evitar reclamações de usuários.

Um bom estoque deve ser executado regularmente e pode ser categorizado por categoria de produto para agilizar e agilizar o processo.

3. Não usar ferramentas tecnológicas

É impossível falar de logística hoje sem ver os avanços da tecnologia. Não apenas qualquer software de gerenciamento do mercado. Todo o desafio operacional do é baseado em uma solução simples, inteligente e de última geração que revoluciona a maneira como os produtos são armazenados e gerenciados em depósitos. 

De modernos sistemas de coleta de pedidos a elevadores e tornos automatizados, a tecnologia está se tornando uma ferramenta essencial para a sobrevivência e o sucesso de qualquer negócio. O não cumprimento desse ritmo pode resultar em atrasos e transferências. 

4. Não monitorar os espaços de armazenamento

Falta de monitoramento preciso dos movimentos em erros de gerenciamento de estoque. Esses gargalos podem ocorrer com espaço insuficiente ou alocação de espaço insuficiente, como um espaço próprio. Investigue a operação e sugira modificações físicas no warehouse (armazenagem de dados) para ajudar a otimizar esse processo. 

Possuir soluções eficientes e econômicas como mezaninos industriais e estantes flexíveis são excelentes alternativas para um controle de estoque eficiente. No entanto, se você não está monitorando constantemente seu estoque, não saberá como e onde investir.

Em outras palavras, há uma necessidade crescente de focar na gestão regular de estoque, investimento em sistemas de tecnologia, treinamento de equipe e, acima de tudo, gestão logística. Só então você pode ver e compreender toda a operação e monitorar o comportamento geral. 

Finalmente, evitar erros de estoque é essencial para uma boa logística em toda a loja virtual, mas nem sempre é uma tarefa fácil. Portanto, encontrar as soluções mais recentes e fornecedores profissionais é uma alternativa inteligente e com certeza trará muitos benefícios para o seu negócio. 

Otimize seus processos, reduza custos e retenha seus clientes com um serviço de excelência.

Ferramentas que ajudam no controle de estoque

Ter sistemas que ajudam a fazer um controle completo de estoque vão proporcionar mais comunicação interna de entrada e saída. Conhecimento de produtos e até de necessidade do público, além disso, você irá otimizar os processos internos e os investimentos. 

Separamos duas sugestões de sistemas muito conhecidas nas lojas virtuais que vão te ajudar muito a fazer um controle bem preciso do seu estoque:

1 - SRM

Supplier Relationship Management (SRM), ou gestão do relacionamento com o fornecedor, consiste em uma série de ações estratégicas para otimizar a relação entre a sua empresa e seus fornecedores.

SRM permite uma comunicação mais eficaz entre as partes e maior controle sobre todos os processos envolvidos no campo.

2 - ERP

O ERP (Business Management System) é uma ferramenta muito popular entre as lojas virtuais. Todos os campos podem ser integrados para otimizar o fluxo de informações. 

Uma das vantagens do ERP é que na maioria dos casos pode ser adquirido em módulos. Muitas empresas de manufatura estão desenvolvendo suas próprias versões projetadas especificamente para gerenciamento de estoque.

Ao automatizar o gerenciamento de estoque com esses sistemas, as operações e os processos de gerenciamento são mais rápidos e eficientes. Os administradores podem combiná-los em um banco de dados centralizado para construir indicadores e ver a relação ideal entre oferta e demanda. Você também pode equilibrar seu estoque com quantos itens forem necessários para atender à demanda, nada a mais e nada a menos.

Conclusão

O controle de estoque é fundamental para que a loja virtual não gaste de forma desnecessária, então se você está iniciando uma empresa, saber o essencial para começar e depois ir expandindo o controle de estoque pode inclusive trazer uma previsão de crescimento e no que investir para começar. 

Fazer uma administração de estoque com muito sucesso pode trazer muitos benefícios como vimos no artigo, ela proporciona uma otimização de investimentos e um cálculo preciso dos relatórios de vendas mensais e como e onde investir na sua empresa. 

Então, se você não faz o controle do seu estoque ainda, comece agora, pois isso vai te ajudar a aumentar suas vendas, diminuir os gastos e ter mais eficiência na comunicação interna e de entrada e saída do estoque da sua loja virtual!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *