Eduarda Guedes

30 de junho de 2021

Compartilhar

10 Ações de Marketing para vender bem na Black Friday de 2021

7 min de leitura

Em 2021, a Black Friday acontece no dia 26 de novembro. Esta é uma das datas mais promissoras para o mercado de e-commerce, o qual deve ter resultados ainda melhores este ano. Segundo previsão da consultoria Ebit|Nielsen, as vendas devem crescer 26%, atingindo um faturamento de R$110 bilhões.

Nesse cenário, um objetivo comum entre todos os empreendedores online é fazer parte destes números, alcançando bons resultados em fidelização de clientes, vendas e lucratividade. No entanto, não basta ter uma loja virtual e esperar os consumidores.

Pelo contrário, é fundamental realizar ações de marketing digital que atraiam o público na data, já que a concorrência é alta e os clientes esperam ter boas experiências com as marcas de preferência.

Pensando em auxiliar os negócios a venderem mais na Black Friday, listamos 10 estratégias importantes para serem implementadas. Confira o nosso artigo e saiba quais são elas!

1.      Planejamento estratégico

O primeiro passo para atingir bons resultados é desenvolver um planejamento estratégico bem estruturado. Afinal, é este plano que norteia todos os processos e atividades que levam a atingir as metas. Nele, devem conter todos os detalhes das ações, entre os quais estão produtos ofertados, os descontos, a logística e outros.

2.      Criar um plano de contingência para o seu frete e estoque

O plano de contingência é outro processo que auxilia a vender mais na Black Friday. Se você não sabe do que se trata, vamos começar por aí. De modo geral, trata-se de uma série de processos planejados para serem adotados em situações de emergência para minimizar prejuízos e consequências negativas.

No caso do frete e estoque, por exemplo, ele serve como um mecanismo de segurança para que o consumidor não se depare com erros no banco de dados no momento de pesquisar prazos e preços, terminando por desistir da compra.

Este plano é feito a partir do desenvolvimento de tabelas, as quais são preenchidas manualmente. Entre os pontos que devem ser considerados estão a faixa de CEP, peso, dimensões, valor do frete e prazo. Tudo isso fará com que as vendas sejam garantidas em caso de instabilidade nos bancos de dados.

3.      Fique de olho na concorrência

Analisar a concorrência é imprescindível em diversos momentos, entre eles na hora de se preparar para a Black Friday. A ideia, nesse caso, é agir com antecedência para facilitar a definição de preços e a decisão de estratégias que atraiam o consumidor. Uma dica é avaliar o prazo das entregas e o valor do frete oferecido pelos concorrentes, já que estão entre os fatores mais considerados na hora da compra.

4.      Planeje suas campanhas

Existem inúmeras campanhas que podem ser criadas com o objetivo de vender mais na Black Friday. As de mídia paga, por exemplo, derrubam as barreiras para a comunicação e relacionamento entre empresas e consumidores. A partir delas, o negócio pode alcançar um público segmentado, conforme as características e interesses nas redes sociais. Entre as plataformas a investir estão o Facebook Ads, o Google Ads e o Instagram Ads. Todavia, para que as estratégias tenham sucesso, é preciso ter antecedência e dividir o investimento assertivamente entre as diferentes plataformas.

5.      Faça e-mail marketing

O e-mail marketing é um dos principais aliados das ações de marketing digital para a Black Friday. Se o seu e-commerce tem uma lista de e-mails, pode aproveitar para enviar ofertas exclusivas para os usuários. Além disso, pode notificar primeiro os contatos sobre as melhores ofertas, gerando um gatilho de exclusividade muito poderoso.

Se você ainda não possui uma lista de e-mails, não compre de jeito nenhum. Isso porque, além de não ser o seu público-alvo, ainda pode prejudicar negativamente a reputação da empresa e, ao invés de promover o aumento nas vendas, pode gerar problemas muito maiores.

Neste caso, o que fazer? Ainda tem alguns meses até que a Black Friday aconteça, portanto ainda é possível criar a sua própria lista, de forma com que no momento de usá-la a ação seja eficiente e positiva.

6.      Faça o remarketing para o carrinho abandonado

Uma característica bastante comum dos consumidores online é navegar por uma loja virtual, inserir produtos no carrinho e depois abandoná-lo. Ou seja, deixar de fazer a compra naquele momento. No entanto, isso nem sempre significa que eles desistiram, mas que por algum motivo deixaram de realizar a ação.

Para aproveitar estes potenciais clientes de forma positiva durante a Black Friday, vale fazer estratégias de remarketing que visem a recuperação de carrinho e promovam o aumento nas vendas.

7.      Ofereça brindes e recompensas para clientes fiéis

Recompensar clientes fiéis é imprescindível para e-commerces que buscam a fidelização. Isso porque hoje os consumidores esperam ser tratados com personalização e valorização, o que é promovido por ações como oferecimento de brindes e descontos especiais. Entre elas estão promoção relâmpago, frete grátis, produtos e programas de pontos.

8.      Se preocupe com a versão mobile

Segundo a pesquisa sobre m-Commerce e m-Payment, feita pela Panorama Mobile Time/Opinion Box em 2020, em apenas seis meses, o número de brasileiros que realizaram compras ou pagamentos pelo celular aumentou de 85% para 91% entre os que acessam a internet pelo dispositivo.

Dados como esse apontam a importância dos e-commerces se preocuparem com a versão mobile dos seus sites, que deve ser responsiva e promover uma boa experiência de compra. Além disso, se possível, vale considerar a criação de aplicativos específicos para celular, que costumam fazer sucesso entre os consumidores atuais.

9.      Tenha um atendimento ao cliente proativo

A proatividade no atendimento ao cliente é um modelo que antecipa necessidades e vai até o consumidor para iniciar a conversa. Os objetivos podem ser, por exemplo, oferecer ofertas, solicitar feedbacks, atender necessidades específicas ou simplesmente conhecer mais profundamente o seu público. Para atingi-los, algumas ações importantes são diversificar as formas de interação, promovendo enquetes e pesquisas de satisfação.

10. Se prepare para o pós Black Friday

Vender mais na Black Friday é uma grande meta, no entanto as estratégias não devem parar por aí. Isso significa que é preciso se estruturar para todos os outros dias do ano, o que inclui outras datas especiais como a Cyber Monday, que ocorrerá no dia 29 de novembro.

Tenha uma plataforma de e-commerce automatizada

Contar com uma plataforma de e-commerce completa e automatizada na Black Friday faz diferença nos resultados de uma loja virtual. A Webstore é uma plataforma que se preocupa com as suas vendas em todas as datas, oferecendo mais de 300 recursos, além de instabilidade, escalabilidade, agilidade e vários outros diferenciais importantes para uma loja virtual crescer e ter sucesso ao longo do tempo.

Esperamos que com as nossas dicas de marketing e outras a Black Friday tenha um aumento expressivo nas vendas. Para conhecer todas as funcionalidades da nossa plataforma, entre em contato com a nossa equipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *