Gustavo Perina

15 de março de 2021

Compartilhar

Google Shopping: o que é e como ele pode ajudar minha loja virtual

6 min de leitura

A facilidade proporcionada pelas ferramentas de comparação de preços, fretes e marcas online faz com que esse recurso se torne cada vez mais popular, conquistando um espaço significativo no mercado de e-commerce. Os comparadores economizam trabalho e beneficiam a vida do consumidor, deixando a pesquisa de preço na internet muito mais prática. Entre estas ferramentas populares, o Google Shopping é um dos comparadores que mais se destaca no mercado. Por isso, no artigo de hoje você vai conhecer todos os detalhes e vantagens do Google Shopping, para descobrir como utilizá-lo a favor do seu negócio.

O que é Google Shopping?

O Google Shopping é um comparador de preços, criado pela Google em 2011. Ele funciona como um shopping online, exibindo produtos de diversas lojas virtuais, comparando preços, marcas e outros atributos, de acordo com a pesquisa do usuário.

A ferramenta oferece ao consumidor a possibilidade de avaliar de forma rápida, organizada e eficiente as opções disponíveis, funcionando de um modo semelhante a outros buscadores, como Zoom e Buscapé.

Diferença entre Google Shopping e Google Ads

O Google Shopping e o Google Ads funcionam de maneiras diferentes. O Google Ads possui um recurso para criação de campanhas inteligentes para o Google Shopping. No entanto, na prática, eles são duas ferramentas distintas.

As publicidades veiculadas através do Google Ads, funcionam a partir das palavras-chave selecionadas pelo anunciante. Já o Google Shopping, tem como princípio os atributos do produto, de modo que a plataforma realiza um cruzamento de dados para identificar quais são as pesquisas nas quais os produtos de determinada loja virtual serão exibidos.

Como funciona o Google Shopping na prática?

Veja, a seguir, como o Google Shopping funciona:

  • O primeiro passo é realizar uma pesquisa no Google;
  • A seguir, os produtos são exibidos no topo da página, com preço, imagem e identificação da loja virtual (eles aparecem antes dos links patrocinados, os links de anúncios);
Pesquisa de um produto dentro do Google para mostrar como fica os anúncios de Google Shopping
  • Ao clicar na aba “Shopping” ou em “Resultados no Google Shopping para...”, o usuário é direcionado à página completa do Google Shopping, com muitos outros resultados e informações;
Pesquisa no Google Shopping de produto
  • Na aba lateral da página, é possível filtrar a pesquisa pela faixa de preço, marca ou características técnicas do produto ou do vendedor, de modo que o resultado seja mais refinado;
  • Ao clicar em uma das opções apontadas no resultado da pesquisa no Google Shopping, o usuário é redirecionado à página da loja virtual para realizar a compra do produto.

Como se cadastrar no Google Shopping?

Para fazer um cadastro no Google Shopping, é preciso passar por 3 etapas:

1. Criar uma conta no Google Merchant Center

Você precisa fazer login na página com a sua conta do Google e, se já estiver cadastrado no Ads, deve fazer a integração com a conta, pois é através dele que as campanhas serão configuradas. A seguir, preencha todas as informações da sua loja virtual, sinalize a opção “na minha loja virtual”, para que os clientes possam finalizar a compra dentro do seu e-commerce, e aceite os termos do Google.

2. Verificar o domínio da sua loja

Depois de criar a conta, você deve acessar a aba “Website” e clicar na opção “Fornecer a URL do seu site”. Depois de colocar a URL da sua loja virtual e salvar a informação, verifique o funcionamento selecionando “Tenho acesso ao meu servidor”.

Na aba “Escolher método”, selecione “Adicionar uma tag HTML à minha home”. Copie o código informado, faça login no painel de administração da sua loja virtual e cole este código no local correto (este local varia de acordo com as diferentes plataformas de loja virtual).

De volta ao Merchant Center, clique em “Verificar URL” e, em seguida, acesse “Reivindicar URL” para aprovar a conexão entre o Google Shopping e o seu site.

3. Configurar o feed de produtos

O feed de produtos é um arquivo com a sua lista de produtos. O Google Shopping exige que este documento contenha alguns atributos específicos, como código, preço, disponibilidade, títulos, etc.

Para gerar o seu feed de produtos você deve clicar em “produtos”, selecionar a opção “Criar feed de produtos”, fazer a configuração básica e marcar a opção “Surfaces do Google”, para que seus produtos sejam expostos em todas as plataformas do buscador.

Em seguida, você deve preencher um formulário com informações específicas e depois clicar em “Criar feed”.

Quais são as vantagens do Google Shopping para a sua loja virtual?

O Google Shopping é uma excelente oportunidade para sua loja virtual vender mais. Trata-se de uma grande vitrine, com grande potencial e alcance para ajudar o seu e-commerce a crescer. Sendo o Google o maior site de buscas do mundo, anunciar no Google Shopping aumenta consideravelmente as chances de ser encontrado pelo consumidor na hora da pesquisa.

Entre as principais vantagens do Google Shopping para o seu e-commerce, podemos destacar:

  • Aumento do tráfego na loja virtual;
  • Alcance de um público mais qualificado;
  • Aumento na taxa de conversão;
  • Maior exposição e presença nas buscas;
  • Análise e monitoramento do desempenho dos seus produtos na ferramenta;
  • Recurso para auxiliar quem está iniciando ou migrando para o universo digital.

3 Dicas para usar o Google Shopping

Confira, a seguir, 3 dias para usar o Google Shopping e vender no Google:

1. Aprenda sobre SEO e suas estratégias

As estratégias de SEO são grandes aliadas na hora de criar bons anúncios e campanhas, o que também se aplica ao uso do Google Shopping. Utilizar o recurso da melhor forma, favorecendo a experiência do usuário e respeitando as regras da ferramenta é o primeiro passo para um bom ranqueamento e, consequentemente, para a conversão.

Por isso, fique atento às táticas de SEO e faça sempre as melhores escolhas na hora de planejar e criar seus anúncios, de modo que a ferramenta favoreça a sua estratégia e seja explorada com toda a sua potencialidade para alavancar o seu e-commerce.

2. Tenha imagens de qualidade

Caprichar na qualidade da imagem é outro ponto importante, uma vez que o Google exibe apenas uma foto do produto na página principal. Neste caso, fuja da poluição visual, pois ela serve apenas para confundir o consumidor. Preste atenção na iluminação e na composição da fotografia, produzindo uma imagem de boa resolução.

3. Analise sua concorrência

Observe sua concorrência e as estratégias utilizadas para chamar a atenção do cliente. Por se tratar de um comparador, o Shopping exibirá seu produto sempre ao lado de outros concorrentes. Dessa forma, você deve usar isso para buscar maneiras de se destacar, oferecendo vantagens maiores, lançando mão de frases de impacto e se esforçando para ser mais relevante como resultado da pesquisa realizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *