Empreendedorismo / Vendas / Gestão / Mercado

Como abrir uma loja virtual em 2021

Segundo a 6ª edição da pesquisa Perfil do E-Commerce Brasileiro, realizada em parceria entre a Big Data Corp e a […]

Como abrir uma loja virtual em 2021

Segundo a 6ª edição da pesquisa Perfil do E-Commerce Brasileiro, realizada em parceria entre a Big Data Corp e a Paypal Brasil, houve um crescimento recorde do comércio eletrônico em 2020, totalizando mais de 1,3 milhão de lojas virtuais. Ainda conforme o estudo, o ritmo de crescimento é superior a 40.7% ao ano. Trata-se de uma expansão considerável, que deve se manter nos próximos anos. Nesse cenário, muitos empreendedores estão focados em ter um negócio digital e se perguntam como abrir uma loja virtual em 2021

Afinal, para quem quer empreender, o mercado online oferece inúmeras possibilidades relacionadas a setores e nichos, bem como vantagens, como maior alcance e redução de custos.

Se você chegou até aqui, provavelmente é porque está pensando em investir na área e busca maneiras de fazê-lo da forma mais assertiva e eficiente possível. Acertamos? Então acompanhe o nosso post, pois é justamente sobre isso que vamos falar!

Etapas fundamentais para quem quer abrir uma loja virtual

Iniciar um negócio envolve planejamento, organização e desenvolvimento de processos. Isso não é diferente com os e-commerces. Para abrir uma loja virtual, é necessário considerar aspectos indispensáveis, os quais compõem a estrutura básica de funcionamento e contribuem com uma boa experiência do consumidor, o que aliás é indispensável. Veja quais são eles:

1. Plataforma de e-commerce

Uma das escolhas mais importantes de quem vai iniciar no mercado digital é a da plataforma que hospedará a loja virtual. Isso porque, assim como um ponto de venda físico, uma loja virtual deve ser adequada às características e possibilidades do empreendedor, bem como oferecer funcionalidades que otimizem a gestão e promovam percepções positivas dos usuários.

Para tomar uma decisão assertiva, algumas dicas são analisar se os produtos comercializados possuem alguma característica especial que deve ser considerada, se haverá necessidade de integração com outros sistemas e quais recursos são mais importantes. Depois disso, é o momento de buscar as opções disponíveis e verificar quais delas cabem no orçamento.

2. Formas de pagamento

Outro ponto que deve ser priorizado são os meios de pagamento oferecidos pela loja virtual. Isso porque uma das situações que mais levam ao abandono de carrinho é não encontrar a forma de preferência. 

Entretanto, na mesma medida, quem está começando normalmente não tem condições de oferecer uma ampla variedade em função dos custos e da negociação com operadoras. 

Desse modo, alguns fatores que devem ser levados em conta são as integrações com a plataforma escolhida, como funciona o parcelamento, taxas cobradas e prazos de repasse dos valores de venda. 

Após analisar as variáveis, você deve optar por aquelas opções que oferecem o melhor custo-benefício e, conforme as vendas forem acontecendo, ir implementando outras alternativas de forma gradativa. 

3. Logística

A logística é uma das áreas mais importantes a serem estruturadas por quem pretende abrir uma loja virtual em 2021. Essa vai além do transporte do produto, pois envolve desde o transporte do pedido até o armazenamento, o planejamento de envio e a logística reversa. 

Receber um produto dentro do prazo favorece de forma significativa a experiência de compra dos clientes, os quais estão cada vez mais exigentes. Ao mesmo tempo, atrasos não são bem tolerados, o que minimiza as chances de fidelização e pode fazer com que o e-commerce seja mal avaliado e recomendado, o que por sua vez prejudica a reputação da loja virtual.

Por isso, é fundamental planejar antecipadamente todo o processo logístico, escolhendo os sistemas mais adequados, as formas de entrega, as políticas de frete grátis e tudo o mais que envolve esse importante setor.

4. Marketing Digital

A concorrência no mercado online está cada vez mais acirrada. Isso significa que, aqueles que querem abrir uma loja virtual, devem ter noção de que uma parte do orçamento deve ser destinada para ações de Marketing Digital, as quais promovam relacionamento e destaquem a marca perante os concorrentes. 

Entre as ferramentas que podem ser utilizadas estão o Google Ads e os anúncios em redes sociais como Facebook Ads e Instagram Ads. O e-commerce também pode construir audiência por meio de e-mails marketing, SEO, Marketing de Conteúdo e diversos outros recursos possíveis no ambiente online.

Além de promover a marca junto ao público, por meio de ações de Marketing, é possível traçar um perfil muito mais apurado de quem são os potenciais clientes e criar ações cada vez mais assertivas, que levem os potenciais clientes a optarem pela loja no momento de comprar.

A partir desses pontos-chave, a meta de abrir uma loja virtual em 2021 e ter sucesso pode ser realizada. Para te auxiliar, a plataforma Webstore, que está há 11 anos no mercado, oferece mais de 250 recursos e 100 integrações, suporte com manuais escritos, vídeos e planos para todos os portes de empresas.

Quer saber mais sobre o sistema e ele como ele pode ajudar a sua loja virtual a crescer? Então entre em contato com um de nossos especialistas!

Tags:, , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Chegou sua hora de crescer sem limites

Avalie por 10 dias grátis.

Crie sua loja