Eduarda Guedes

14 de julho de 2021

Compartilhar

Vale a pena integrar minha loja virtual com a Shopee?

4 min de leitura

O mercado de e-commerce asiático se transformou completamente nos últimos anos, e a tendência é que continue a crescer na próxima década. O AliExpress e a Shein foram uns dos primeiros a aproveitar essa onda. No entanto, outros concorrentes de peso chegaram. É o caso da Shopee, que, ao contrário do seu principal concorrente, não se limitou ao território chinês.

O marketplace já iniciou sua operação no Brasil e está captando parceiros comerciais. Descubra a seguir como aproveitar essa oportunidade e vender na Shopee!

Vale a pena vender na Shopee?

Atualmente, vender na Shopee é um negócio lucrativo e rentável. Isso porque, apesar de sua origem chinesa, a Shoppe tem um grande escritório em São Paulo. Ou seja, todo o suporte aos clientes e vendedores é realizado em português. O mesmo vale para a moeda, as opções de logística e conta bancária: tudo está 100% adaptado para o Brasil. 

Em relação aos preços, a Shopee é bastante severa e almeja sempre ter as melhores ofertas do mercado. Para tanto, ela cobrava uma comissão de apenas 5% por venda pelo marketplace. No entanto, em junho de 2021 essa porcentagem subiu para 18%. 

E as vantagens não param por aí: eles também oferecem descontos gradativos no frete para os consumidores, além de oferecer vários cupons promocionais. 

Outro fator que pode promover benefícios para os lojistas integrados é o conjunto de painel de vendas. A partir dele, é possível:

  • Fazer a personalização da página da sua loja;
  • Informar-se sobre a gerência e desempenho;
  • Efetivar campanhas de marketing (pagas e gratuitas);
  • Se comunicar com os clientes através de chat em tempo real;
  • Produzir etiquetas de envio;
  • Efetuar a configuração de pagamentos.

Como começar a vender na Shopee?

Diferentemente de outros marketplaces, a Shopee não exige o CNPJ para realizar o cadastro de vendedor. Em vez disso, é possível iniciar apenas com seu CPF e enviar os pedidos com a declaração de conteúdo. 

Contudo, fica ao seu critério abrir uma empresa (ou MEI) e emitir nota fiscal. Essa ação é interessante caso você pretenda ampliar a sua operação. Também serve para evitar problemas com o Estado e adquirir mais credibilidade com o cliente. 

Veja como vender na Shopee em 5 passos:

  1. Primeiramente, é preciso criar uma conta pelo site oficial, preenchendo todos os itens solicitados para o cadastro. Lembre-se que: o número de celular é obrigatório para o cadastro.
  1. Baixe o aplicativo após concluir o cadastro. Isso é importante para receber as notificações e pedidos. Eles estão disponíveis para Android e IOS.
  1. Após esse processo, clique em "Central do Vendedor" no canto superior esquerdo. O site irá te redirecionar para o seu painel de controle, e nel, você terá todas as informações importantes para acompanhar o desempenho da sua loja. 
  1. Agora você precisa cadastrar os seus produtos. Para isso, no menu lateral clique em "Meus produtos" e depois em "Novo produto". A partir daí, você terá que cadastrar o seu primeiro item na plataforma. Para completar essa etapa é importante sempre manter o perfil profissional, buscando sempre autenticidade, seja na escrita, fotografia ou vídeos, e sempre cumprido as métricas impostas da plataforma.
  1. Com o cadastro do produto finalizado, seu produto estará pronto para receber os pedidos. Em caso de promoção, clique em "Central de marketing" e inicie a campanha definindo os itens e descontos. Finalmente, cadastre a sua conta bancária navegando até "Finanças" no menu lateral.

Por que é importante buscar novos canais de vendas? 

O mercado de varejo é periódico e sofre variações positivas e negativas. Por isso, buscar canais de vendas é uma forma de proteger a sua empresa, diversificando as opções. 

Além disso, manter sua operação em apenas um Marketplace pode ser menos vantajoso. Com todo o comando em mãos de terceiros, uma alteração de regras pode prejudicar as suas vendas e levar sua empresa à falência. 

Sendo assim, a busca por canais de vendas vai além do marketplace. Uma ótima opção é ter um site próprio com toda autonomia e diversificar as opções em outras plataformas. Vender na Shoppe é uma dessas alternativas, até pelo motivo de estar em grande crescente no e-commerce brasileiro, o que irá promover a sua loja virtual. 

Últimas postagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *