Gustavo Perina

23 de abril de 2021

Compartilhar

O que é um marketplace e como ele ajuda meu negócio a vender mais

5 min de leitura

O marketplace é uma plataforma que reúne vários vendedores ou prestadores de serviço em um só lugar. O início desta modalidade de venda no Brasil se deu no início do século XXI. Neste período, surgiram as lojas virtuais da Livraria da Cultura, Ponto Frio e Americanas. Por ser uma forma prática de reunir diversos produtos, o marketplace é vantajoso não só para o vendedor, como para o consumidor. 

Ele tem a oportunidade de buscar o melhor produto e comparar os preços antes de tomar a decisão da compra. Estão ganhando cada vez mais espaço no mundo e hoje existem vários. Por exemplo, você já deve ter ouvido falar na Uber, uma plataforma que oferece um serviço que conecta passageiros e motoristas, ou então na Amazon e Netshoes. Mas afinal, esse tipo de venda é realmente popular?

Essa nova modalidade de vender online vem ganhando destaque no mercado por garantir segurança, praticidade e um leque de opções ao cliente. Imagine, por exemplo, que você abriu recentemente uma loja física de óculos, semelhante a de um amigo. 

A diferença é que a loja dele já está estabilizada no mercado há alguns anos e num local de bastante movimento, diferente da sua. 

Agora, imagine que seu amigo ofereceu um espaço na loja dele para que você pudesse divulgar seus produtos, em troca de uma porcentagem sobre os seus lucros. Isso é como um marketplace trabalha.

5 vantagens do Marketplace para o vendedor

Visibilidade

O marketplace é uma espécie de shopping virtual onde existem várias lojas e, consequentemente, muitos compradores de características diferentes. Dessa forma, milhares de clientes vão até esses sites comparar a qualidade e o preço dos produtos e decidir qual atende melhor a sua necessidade.

Essa é uma das maiores vantagens para lojistas que estão entrando no mercado, a facilidade de estar visível para milhares de pessoas pelo país.

Baixo investimento

O investimento inicial para colocar o seu produto em um marketplace é baixo. A comissão é negociada entre o vendedor e a plataforma, e depois é só vender e lucrar. A plataforma de marketplace, por sua vez, ganha no tráfego de visitação, expertise e ferramentas de marketing e mídia.

Aumento das vendas

Com o aumento da visualização do seu produto e da visitação dele nas redes, o número de compradores e de vendas aumentam proporcionalmente.

Quanto mais produtos você tiver anunciando em um marketplace, com avaliações positivas, mais chances de outros compradores se interessarem na sua venda.

Relevância SEO

Com a loja e os produtos sendo mais vistos, a procura por ela irá aumentar. Sendo assim, o ranking e a relevância tanto dos produtos quanto do estabelecimento aumentará e serão facilmente encontrados quando o consumidor realizar uma busca nas redes.

Alto retorno

Se o vendedor levar em conta o investimento que teria que fazer em mídia, marketing e tecnologia para alcançar a audiência do marketplace, os resultados seriam absurdos. Por isso, levando esse ponto em consideração, essa plataforma oferece um alto retorno aos vendedores, apenas em troca por uma comissão em suas vendas.

6 dicas para conquistar o seu espaço no marketplace

1) Categorize os produtos

Com um universo de opções disponíveis, é comum que os clientes que pretendem comprar no marketplace busquem o que desejam através de filtros. Se o seu produto não estiver com os filtros colocados corretamente, o usuário não irá achá-lo e a venda passará a ser do concorrente. Além disso, um mesmo produto pode se encaixar em mais de uma categoria. Por isso, é importante que se use as tags para indicá-las e não perder nenhuma venda.

2) Crie descrições simples e informativas

O cliente de hoje é diferente dos clientes do passado, ele é prático e quer economizar o máximo de tempo possível. Para isso, o lojista deve evitar colocar informações secundárias na descrição do produto. Deve ser direto, usar uma linguagem simples, porém persuasiva, e buscar informar detalhes técnicos sem copiar do seu concorrente.

3) Usar fotos de qualidade

O cliente deve gostar do produto, desejá-lo e, consequentemente, comprá-lo. Para gerar esse sentimento, é necessário que as fotos colocadas no anúncio sejam atrativas. Se forem de baixa qualidade ou com edições automáticas, o usuário pode desconfiar ou pensar duas vezes antes de finalizar a compra.

4) Tenha preços competitivos

Uma boa precificação aumenta a atratividade dos seus produtos. É importante estar sempre de olho nos preços da concorrência, pois qualidade e preço são fatores determinantes no momento da compra. Mesmo o frete sendo mais barato ou o tempo de entrega menor, o produto mais caro ou muito barato será descartado de imediato.

5) Trabalhe com frete atrativo

Com certeza você já escutou alguém falando que o frete era mais caro que o próprio produto e, por isso, desistiu da compra. Em meio a um leque de opções de vendedores e compradores de todo o país, o frete é sim um fator determinante de compra. Isto porque o cliente irá preferir o mais barato ou mais rápido. Procure entregar na data correta ou antes do prazo, isso irá ajudar na fidelização dos clientes.

6) Colecione elogios e boas avaliações

Após escolher o produto, é comum que os clientes consultem as opiniões dadas por outros compradores antes de finalizar a compra. Se a loja possui ótimas avaliações, ela irá se destacar e vender ainda mais. Já se as avaliações forem ruins, o usuário vai desistir da compra e buscar o produto na concorrência.

Últimas postagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *