Tecnologia / Empreendedorismo / Ferramentas

O que é uma plataforma de e-commerce?

Se você chegou até aqui, muito provavelmente é porque está pensando em empreender ou já empreende no mercado digital, e […]

O que é uma plataforma de e-commerce?

Se você chegou até aqui, muito provavelmente é porque está pensando em empreender ou já empreende no mercado digital, e quer saber mais como funciona uma plataforma de e-commerce

Afinal, essa é uma ação cada vez mais comum, na medida em que o número de consumidores na internet só aumenta. Para se ter ideia, segundo a Ebit/Nielsen, o setor de e-commerce deve crescer 26% em 2021, o que equivale a um faturamento de R$110 bilhões. 

Sabendo desse e outros números que impulsionam cada vez mais brasileiros a investirem em uma loja virtual, trouxemos as dúvidas mais frequentes sobre o funcionamento de um software para lojistas, quais os tipos disponíveis e outros assuntos relacionados. Confira a seguir.

Afinal, o que é uma plataforma de e-commerce?

De modo geral, a plataforma de e-commerce é um dos pilares mais importantes de uma loja virtual. Afinal, trata-se do software responsável por organizar os produtos, disponibilizá-los aos clientes, gerenciar áreas e acompanhar o desempenho do negócio.

Portanto, é uma das principais decisões que um gestor deve tomar, pois dela depende a boa experiência dos clientes, a escalabilidade, a segurança e o crescimento das operações a médio e longo prazos.

Quais os tipos de plataforma de e-commerce disponíveis no mercado?

Agora que você já sabe do que se trata a ferramenta, é importante que conheça os principais tipos de plataformas para implantar sua loja virtual. Elas são subdivididos em três formatos básicos:

Plataforma SaaS

O modelo SaaS (Software as a Service) utiliza a cloud computing para a infraestrutura de uma loja virtual. Isso significa que os lojistas não precisam investir em equipamentos ou tecnologias internas, pois os mesmos são disponibilizados pelos fornecedores de serviços. 

Com o SaaS baseado na nuvem, o sistema fica totalmente disponibilizado na internet, podendo ser acessado por qualquer envolvido, independentemente do local ou dispositivo, desde que haja conexão. 

Plataforma Open Source

Open Source traduzido significa código aberto. De modo geral, esse tipo de plataforma de e-commerce permite o download e o uso do código, disponibilizado por desenvolvedores, de forma gratuita por quem quer criar um site. 

No entanto, isso não significa que não há custos com o sistema, já que precisa ser desenvolvido por profissionais com conhecimentos técnicos, além de passar por manutenções constantes ao longo da utilização. 

Entre as vantagens estão a disponibilização de inúmeros temas, plugins e recursos, os quais permitem flexibilidade e criatividade para criar o e-commerce.

Plataforma Proprietária

Como o nome sugere, em uma plataforma proprietária, o e-commerce é dono do próprio sistema. Por isso, é necessária uma equipe técnica formada por colaboradores de áreas como programação, design e conteúdo, bem como investimentos em infraestrutura de TI, atualizações, manutenções e outros processos. 

Em função das despesas e esforços necessários, trata-se de um modelo normalmente adotado por grandes marcas, as quais dispõe dos recursos necessários para a criação do site.

Como escolher a melhor plataforma para sua loja virtual

Para que a escolha da plataforma de e-commerce seja assertiva, os lojistas precisam optar pelo modelo que mais se adeque às suas necessidades. Mas afinal, como tomar uma decisão eficiente nesse quesito? Como sabemos que esse é um grande desafio, citamos as principais funções para se atentar no momento de contratar uma solução. São eles:

  • custos totais, os quais envolvem a plataforma em si, os profissionais, a hospedagem, a segurança, a manutenção e as atualizações frequentes dos sistemas;
  • integrações com aplicações legadas e recursos como e-mail marketing, ferramentas de gestão e relacionamento com o cliente, entre outras;
  • capacidade do servidor, o que é essencial para suportar o número de pageviews;
  • suporte simplificando e sempre acessível;
  • responsividade e mobile friendly, o que na prática significa se adaptar a qualquer tipo de tela.

Com essas informações, certamente a tarefa de escolher a plataforma de e-commerce correta para sua loja virtual se tornará mais eficiente, o que se reflete em bons resultados.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Comente aqui. 

Tags:, , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Chegou sua hora de crescer sem limites

Avalie por 10 dias grátis.

Crie sua loja