Gestão

Erros comuns de quem está começando a vender online

A internet realmente oferece diversas oportunidades e, diante da pandemia, a quantidade de novos negócios online cresceu de forma significativa […]

Erros comuns de quem está começando a vender online

A internet realmente oferece diversas oportunidades e, diante da pandemia, a quantidade de novos negócios online cresceu de forma significativa e a tendência é que continue crescendo de forma exponencial, já que os hábitos de consumo mudaram bastante. Porém, é muito importante dizer que existem alguns erros que são bastante comuns de serem cometidos nesse mercado, principalmente por quem está começando a vender online, e que podem realmente comprometer o sucesso da sua loja virtual. 

A seguir, confira 5 erros comuns de quem está começando a vender online! E se você já é veterano quando o assunto é e-commerce, com certeza já deve conhecer essas falhas, mas lembrar e se prevenir para não cometer o mesmo erro duas vezes é sempre recomendado, não é mesmo?

Não ter fotos de qualidade 

Muita gente não sabe, mas ter fotos de qualidade é um dos fatores que mais influenciam ao vender online. Por este motivo, atenção na resolução das fotos da sua loja virtual, disponibilize também imagens secundárias do mesmo produto, para que o potencial comprador possa vê-lo em diferentes ângulos e, se possível, ofereça a função zoom, para que o produto possa ser visto bem aproximado. 

Caso pretenda produzir as fotos, é importante investir em alguns recursos, como: tecido branco em TNT para fundo infinito, set lights, que vão ajudar na iluminação das fotos, placas de isopor, que podem ser usadas como rebatedor de luz e tripé, para posicionar a câmera ou o smartphone.

Não ter uma boa descrição dos produtos

Essa é outra falha que pode atrapalhar a sua loja virtual a vender mais, já que ninguém quer comprar produtos sem saber as características dos mesmos. Geralmente a descrição é composta por um breve resumo e também por especificações técnicas, como tipo de tecido, numeração, tamanho, peso, etc.

  As descrições dos produtos precisam estar completas e muito bem explicadas, ok? Assim não haverá margem para dúvidas e cancelamento ou desistência da compra.  

Confira também >> SEO para e-commerce: dicas essenciais para você começar agora!

Não trabalhar com títulos chamativos e inteligentes

Para vender online de verdade, aposte em títulos chamativos e inteligentes, pois esse será o primeiro contato do consumidor com a sua marca, ou seja, um bom título certamente vai gerar cliques. Eles precisam ser criativos e impossíveis de serem ignorados!

Uma boa maneira de testar os títulos é através do chamado teste A/B. Trata-se de um teste em que duas versões de títulos são testadas para que se perceba qual é a que gera mais conversões.  Vale dizer, ainda, que a diferença entre as versões pode ser até mesmo sutis, como cor da fonte, posicionamento de palavras, etc. 

Não ter ofertas atrativas para vender online

A concorrência no mercado virtual é acirrada e, por isso, é tão importante planejar ofertas que sejam atrativas para os seus consumidores ao vender online. Fique atento às datas comemorativas também, como dia dos pais, dia do cliente e dia dos namorados, que são ótimas oportunidades para o lançamento de ofertas. Uma oferta atrativa para o cliente pode ser, por exemplo, desconto na primeira compra, frete grátis acima de um valor estipulado, promoção progressiva, entre outros. 

Não investir em marketing

Segundo dados do IBGE, 30% das lojas virtuais fecham antes de completar dois anos, sabia? Pois é! E uma das falhas fatais é acreditar que depois que a loja está no ar, basta esperar os clientes te encontraram. O investimento em marketing é imprescindível para vender online. SEO, redes sociais, e-mail marketing e anúncios pagos são algumas das diversas possibilidades para aumentar as vendas online. 

Para que você tenha uma ideia melhor, o Google Ads é uma das ferramentas mais eficientes para anunciar os produtos e vender online, já que ele pertence à plataforma do Google, em que são feitas 115 milhões de pesquisas mensalmente, pôr em torno de 1,2 milhões de usuários em todo o mundo. Percebeu o potencial?

Confira também >> E-commerce: veja o que você NÃO deve fazer em seu

Tags:, ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Chegou sua hora de crescer sem limites

Avalie por 10 dias grátis.

Crie sua loja