Eduarda Guedes

25 de agosto de 2021

Compartilhar

9 segredos que irão te ajudar a ranquear sua loja virtual no Google

12 min de leitura

Ranquear sites nos motores de busca é essencial para lojas virtuais. A obtenção dos primeiros resultados traz credibilidade e aumenta o acesso de novos clientes à sua loja. Para conseguir isso, você precisa desvendar alguns segredos do Google

Algoritmos e códigos afetam diretamente a exibição dos resultados da pesquisa. Portanto, é fundamental conhecer todas as estratégias para otimizar a funcionalidade do seu site e conquistar a primeira posição no ranking do Google. 

Neste artigo, você aprenderá como funciona esse mecanismo de busca, o que é SEO e algumas ferramentas que podem ajudá-lo a melhorá-lo. E claro, os 9 principais segredos do Google que te ajudarão a conquistar o primeiro lugar nos resultados de pesquisa. Leia com atenção, e aplique na sua loja virtual.

Como o Google funciona?

Sempre que alguém pesquisar algo na Internet, seja um produto ou serviço, uma imagem ou apenas informação, o Google é a principal fonte de resultados. O banco de dados é enorme e você pode encontrar quase tudo lá. Você já parou de se perguntar como isso pode acontecer? 

Tudo no Google gira em torno desse algoritmo. É uma categoria de filtro que restringe as palavras-chave usadas em sua pesquisa, fornecendo apenas os resultados mais próximos do que você deseja.

Os algoritmos do Google estão em constante evolução, e isso se deve aos constantes esforços para melhorar continuamente a entrega de resultados antes de realizar uma pesquisa. Portanto, a tendência do marketing digital de otimizar sites e manter sua relevância para a pesquisa está em alta. 

Sempre que houver uma solicitação de pesquisa, em segundos, o Google começará a verificar os detalhes do seu perfil, verificando todas as páginas da web indexadas em busca de conteúdo relevante. Vários fatores são analisados ​​para encontrar aquele que está mais próximo e mais preciso das intenções do usuário. 

Existem três coisas fundamentais que o Google analisa ao procurar resultados relevantes: conteúdo, backlinks e o rank brain. Descubra cada um abaixo.

Conteúdo

Este é um dos principais fatores e é responsável por avaliar se o site indexado é realmente relevante e se está associado ao termo de busca utilizado. Quando se trata de conteúdo, vários pontos são avaliados, como a presença de palavras-chave utilizadas na busca, a qualidade do conteúdo, os termos importantes encontrados na página e as novas atualizações. 

A grande ideia é que quanto melhor e mais relevante for o conteúdo para o tópico de pesquisa, maior será a probabilidade de ele aparecer no topo dos resultados.

Backlinks

Backlinks são links de outros sites em sua rede. É como se sua página estivesse recebendo instruções sobre tópicos relacionados. Quanto mais referências da web você tiver para o conteúdo de sua página, mais consistente ela será com o algoritmo de classificação do Google. 

No entanto, os backlinks não devem ser apenas espalhados por outras páginas da web. Ao trabalhar no tópico principal, é importante que sejam relevantes. Por exemplo, se você vende tênis no comércio eletrônico, esses links devem ser colocados em páginas como blogs e outras categorias de sites do mesmo assunto.

Rank Brain

O Rank Brain é o mais confuso dos três algoritmos do Google. É um tipo de inteligência artificial que interpreta as palavras-chave utilizadas na busca e fornece resultados mais detalhados. A partir daí, o sistema realiza uma pesquisa que nada tem a ver com o termo inserido, mas pode descobrir o que o usuário está procurando. 

Assessment Brain Actions funciona principalmente para usuários com resultados mais relevantes e precisos, aumentando a necessidade de sites de criar conteúdo objetivo e oportuno sobre tópicos importantes.

Resultados pagos e orgânicos

O Google divide a página de resultados para mostrar o conteúdo anunciado por campanhas pagas e conteúdo obtido organicamente a partir de uma perspectiva de otimização do site. Os parâmetros do algoritmo acima devem ser preenchidos corretamente para que isso aconteça. 

Os resultados pagos sempre aparecem na parte superior da página e estão claramente posicionados para que o usuário possa determinar exatamente se eles são daquela fonte. Isso é feito através de campanhas desenvolvidas com o Google Ads. 

Os resultados da pesquisa orgânica são os mais populares e podem ser encontrados em todo o site. Essas páginas competem com todas as outras páginas cujo conteúdo está relacionado a palavras-chave. Para encontrar o lugar certo para esse tipo de resultado, você precisa conhecer os segredos do Google que aparecem neste artigo.

A importância do SEO para uma loja virtual

SEO é um termo cada vez mais comum para técnicas de marketing digital. O primeiro passo para entender sua importância é saber a origem da sigla. Em português, é “otimização para mecanismos de pesquisa” ou “Search Engine Optimization”. SEO é um conjunto de estratégias para refinar e melhorar sua página de forma que ela seja consistentemente classificada no topo dos resultados do Google.

Considerando a importância do SEO para que os sites tenham uma classificação mais elevada no Google, trabalhar nessas estratégias tornará o comércio eletrônico visível para o maior número de pessoas possível, especialmente para aqueles que procuram conteúdo e produtos relevantes.

Na hora de criar uma loja virtual é fundamental trabalhar o conceito de SEO. Tudo deve ser considerado a partir de uma perspectiva de otimização para atingir mais clientes e se tornar páginas relevantes e confiáveis ​​neste nicho. 

Fornecer produtos e conteúdo de qualidade para aumentar o número de usuários por meio do marketing de conteúdo é uma parte fundamental do e-commerce. No entanto, não adianta se as pessoas não conseguem acessar a página.

Ou seja, aliar bom atendimento e conteúdo na internet para serem descobertos através de buscadores com boa visibilidade é a melhor forma de aproveitar as vendas online, mostrando ao público o que você tem a oferecer.

9 segredos para ranquear sua loja virtual no Google

O segredo do Google para classificar as páginas da web com base na pesquisa está inteiramente na otimização da página, o SEO. As estratégias detalhadas variam e elaboram a diferença quando os algoritmos do mecanismo de pesquisa analisam a probabilidade de um resultado. 

Cada um desses fatores tem suas razões, sempre com pilares básicos como relevância do conteúdo, exclusividade, experiência do usuário da página, potencial para atrair mais clientes e uma série de outros pontos-chave que você precisa pensar.

Cada um desses segredos do Google, no contexto do e-commerce, considera o reconhecimento de fatores uma vantagem para reter clientes, para eles entenderem que a página é uma referência no segmento. É fundamental pensar nisso. Essa confiabilidade também é uma das consequências da otimização do seu site. 

Os 9 segredos do Google são justamente os fatores que influenciam a posição de uma loja virtual nos buscadores. Descobrir esses segredos e trabalhar para atender a cada uma dessas otimizações é garantir a relevância da página.

Meta Title e Meta Description

Meta Title

A tag Meta Title corresponde ao título exibido no mecanismo de pesquisa. Quando você pesquisa e visualiza os resultados, eles são exibidos como Título, URL e Descrição, porque a meta tag do título é exatamente isso! Portanto, é fácil ver que títulos chamativos e atraentes aumentam a probabilidade dos usuários clicarem em sua página.

Meta Description

Como o nome diz, a Meta Description é a tag que gerencia a descrição do conteúdo da página e resume todo o conteúdo que está na página quando estamos na página do resultado de pesquisa. Além do título, a descrição faz com que o visitante queira saber mais sobre o seu produto clicando no link. Este clique é gratuito, então você não será pago como um link patrocinado e é uma ótima estratégia para atrair clientes qualificados.

Nome do produto

O nome é a base de uma marca de sucesso. Mesmo produtos de qualidade excepcional podem ser difíceis de conectar com o público, a menos que seus nomes sejam eficazes, únicos e incorporem o espírito do produto.

Portanto, escolha um nome de produto criativo, personalizado e que mostre o seu diferencial de mercado. Esse é mais um segredo para que o cliente encontre mais facilmente sua loja virtual. 

Descrição dos produtos

A descrição completa do produto é tão importante que não pode ser o básico, passar informações claras e precisas sobre o produto é fundamental para evitar dúvidas posteriores. Para que isso seja muito completo, deve estar explicando do que é feito o objeto, materiais, dados de peso, dimensões, garantia, desempenho, etc. Pense em todos os dados que podem ser questionados. 

Principalmente, destacar as diferenças e explicar porque os clientes devem optar pelo seu produto, isso fará toda a diferença no processo decisório do usuário, então capriche neste quesito. 

URLs amigáveis

Os URLs escondem alguns dos segredos inimagináveis ​​do Google. Afinal, quem pensou que o endereço do site afetaria a posição da página nos resultados de pesquisa? 

É comum encontrar URLs confusas preenchidas com letras e números repetidos que o usuário não tem a intenção de entender. Muitos deles são gerados automaticamente, por isso parecem códigos muito difíceis de decifrar. No entanto, é possível agir nesta fase tornando-os amigáveis ​​e representativos. 

É imprescindível que as lojas virtuais sejam responsáveis ​​por identificar URLs personalizadas conforme o conteúdo de cada página e fazer referência exata ao que está lá. Por exemplo, se um usuário estiver procurando dicas para criar uma loja virtual, é importante definir a URL da seguinte forma: dicas.com/criando-uma-loja-virtual. 

Legendas e atributo alt text das fotos dos produtos

Em vez de texto, muitos usuários procuram imagens relacionadas aos seus interesses para visitar o site de origem. O Google também usa essas imagens para classificar as descrições, e é também uma forma de atrair usuários.

Todas as imagens usadas no site podem ser uma fonte de feed para clientes em potencial. Tudo graças à descrição do atributo alt text. Isso é mais adequado para os algoritmos do Google no processo de pesquisa, por exemplo, priorizando o e-commerce e usando esse recurso associado a fotos de produtos.

Muitas das imagens de produtos encontradas na pesquisa estão vinculadas aos resultados do Google Shopping e, quando os usuários clicam nesses links, vão diretamente para a sua loja virtual. Adicionar palavras-chave a este texto descritivo também é importante para melhorar o ranqueamento de seu conteúdo ao pesquisar no Google.

Sitemap

Páginas que são muito profundas e inacessíveis geralmente não são indexadas pelos bots do mecanismos de busca. 

Esta categoria de Sitemap (mapa do site) permite indexar mais páginas do seu e-commerce, tornando-as mais fáceis de encontrar em motores de busca. Como resultado, as visitas ao seu site irão aumentar.

Ter um Sitemap completo afeta a pesquisa do Google? Sim. 

O impacto ocorre de duas maneiras: recursos básicos que facilitam digitalizar e indexar páginas e a hierarquia de página descrita que pode afetar as classificações. 

Basicamente, um Sitemap bem desenvolvido para sua loja virtual facilita para o Googlebots reconhecerem seu conteúdo e entender quem você é e quem é sua empresa.

Favicon

O favicon serve como um guia visual para seu site e melhora a experiência do usuário. Ele ajuda os visualizadores a encontrar guias em seu site em vários aplicativos, como navegadores e barras de favoritos, e facilita para você voltar ao seu site repetidamente.

Link Building

Link building é um conjunto de estratégias de SEO destinadas a construir uma rede de links em uma página para direcionar o tráfego e melhorar as permissões do mecanismo de pesquisa.

Esses links podem ser externos ou internos. No entanto, quando se trata de link building, geralmente pensamos em links externos, ou seja, links obtidos de outras páginas. Isso também é conhecido como backlink ou inbound links.

Usabilidade e acessibilidade

A facilidade de uso do e-commerce acelera o processo de compra, que antes demorava horas para ser resolvido. Basicamente, a usabilidade deve ser focada no quanto a sua loja virtual é simples para a navegação e poder ser acessada por qualquer usuário. 

A acessibilidade é facilitar e moldar o seu site a qualquer categoria de público, dessa forma seu site acaba subindo nos algarismos do Google apenas por fornecer uma experiência personalizada para cada necessidade do usuário. 

Portanto, foque na experiência do usuário e nas melhorias que você pode fazer para que a sua loja virtual aceita todos os clientes que buscam o seu produto como solução. 

Conclusão

Não é necessário que você precise ter uma estratégia paga para gerar resultados, por isso vale dizer que quanto mais tempo você investir nas estratégias que disponibilizamos aqui, melhor será o ranqueamento da sua loja virtual no Google. 

Com a aplicação destes segredos você tem a possibilidade de aumentar o número de usuários no seu e-commerce e de fechar vários novos negócios. Então, tente aplicar essas estratégias na sua loja virtual o quanto antes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *