Eduarda Guedes

30 de julho de 2021

Compartilhar

O que é e como funciona o DropShipping?

6 min de leitura

O DropShipping é uma estratégia de venda, na qual o vendedor não possui estoque dos produtos que vende. 

Na verdade, com o DropShipping o vendedor atua como um intermediário, entre o comprador e os produtos, que não ficam estocados com ele. 

Mas como esse sistema funciona? E será que é possível ganhar dinheiro com isso? Vamos explicar o que é DropShipping e como ele pode ser uma boa estratégia para sua loja virtual. Confira! 

Como funciona o DropShipping?

No mundo atual, quando se opta pelo DropShipping, quer dizer que você poderá vender produtos, sem tê-los no estoque. 

Você pode escolher pelo desenvolvimento de uma loja virtual, permitindo ter um espaço criado com técnicas relevantes, totalmente otimizado, possibilitando ganhos interessantes à curto e médio prazo. 

E depois, criar um site interessante e desenvolver produção de conteúdo de qualidade que garanta o tráfego de clientes em sua loja de brinquedos online, por exemplo. 

O cliente, então, escolhe o produto, o brinquedo que você anuncia e faz a compra. Aí começa a segunda parte e onde precisamente entre o DropShipping. 

Você entrará em contato com o fornecedor daquele brinquedo que foi comprado pelo cliente e o seu fornecedor ficará responsável pelo envio e pela entrega do pedido.  Dessa forma, você poderá ganhar uma porcentagem da venda do produto. 

Quais são as vantagens do DropShipping ?

Para você que se interessou pelo assunto, existem várias vantagens em se aderir ao DropShipping. 

Pouco Investimento 

A primeira e grande vantagem do modelo de DropShipping é que você não precisará, a princípio, de um capital muito grande para iniciar. 

Compare esse modelo, por exemplo, com uma loja física: você precisa arrumar o espaço, pagar aluguel, tributos municipais em relação ao local e contas de água e energia, no mínimo. Fora isso, você precisa que o local seja grande o suficiente para armazenar todos os produtos que deseja vender. 

Quando você compara a estratégia de DropShipping com você tendo os produtos desejados para vendê-los em uma loja virtual, você também precisará de espaço para armazenar os produtos. 

Já com o DropShipping, o armazenamento dos produtos não fica sob sua responsabilidade, e sim pelo seu fornecedor ou fabricante. 

Não ter que se preocupar com a entrega 

Nesse modelo, a entrega é feita pelo fornecedor. Ou seja, você não terá que se preocupar em embalar o produto e entregá-lo ao seu cliente. É assim que funciona, por exemplo, uma loja de brinquedos em formato de e-commerce no Brasil, e outros setores específicos, quando o produto é revenda de grandes lojas consagradas no mercado tradicional.

E as desvantagens do DropShipping?

Como tudo na vida, há vantagens e desvantagens. E o modelo de DropShipping também apresenta algumas desvantagens. 

Margem de lucro pequena 

A primeira e principal desvantagem é que você receberá uma porcentagem da venda do produto. Portanto, sua margem de lucro não será grande. 

Problemas com entregas 

Você não fica responsável pelas entregas, mas é você que faz a venda. Assim, você tem que embutir no preço o custo dessa entrega. E, muitas vezes, os vendedores se esquecem disso. 

Quem é responsável pela entrega é o fornecedor, mas o cliente tem contato com você. Ou seja, se a entrega demora, o cliente vai questionar você sobre isso. 

Dessa forma, é importante que o fornecedor cumpra os prazos e as empresas de entrega também. 

Falta de controle sobre o estoque 

O estoque no DropShipping não fica sob seu controle. É o fornecedor que tem esse controle. O que pode acontecer é o cliente fazer uma compra de um produto que não está mais disponível. 

E advinha quem terá que justificar ao cliente que aquele produto não será entregue? Isso mesmo, você.

Ausência da gestão de experiência unboxing

Em DropShipping, a entrega é realizada pelo fornecedor. E por isso, a loja não tem a gestão da experiência do consumidor, e realizar um bom pós venda. O lojista não consegue identificar se o produto foi entregue corretamente, ou se o produto teve alguma avaria. 

E dessa forma, não consegue imprimir sua marca no momento da entrega do produto, e isso deve ser avaliado antes de optar por esse modelo de negócio.

Dicas para ter sucesso no DropShipping 

Agora que você já sabe como o modelo de DropShipping funciona, vamos dar algumas dicas para você ter sucesso com a prática. 

1) Tenha bons fornecedores

Ter um bom fornecedor significa não só ter produtos de qualidade, mas também compromisso com a entrega. 

Ou seja, o produto precisa ser corretamente embalado e ser entregue sem avarias. Além disso, o fornecedor deve manter contato constante com você, alertando sobre a quantidade de produtos disponíveis. 

2) Atenção ao sistema de entrega

Muitos fornecedores só trabalham com os Correios como sistema de entrega. Mas, embora seja um dos sistemas mais conhecidos no Brasil, muitas vezes, os Correios podem atrasar a entrega

Outra reclamação frequente, além do atraso, é que o produto foi entregue amassado, ou embalado incorretamente. Portanto, fique atento a esses detalhes, com os feedbacks de seus clientes. 

Se preferir, sugira ao seu fornecedor que contrate outro sistema de entrega. 

3) Atenção à plataforma

A plataforma na qual suas vendas ocorrem não pode ter desatualizações, pois caso não seja atualizado, seus clientes podem efetuar compras de produtos que não estão disponíveis. 

E lembre-se, a reclamação do cliente ou a justificativa terá de vir de você! 

4) Escolha um bom host e parceiros confiáveis

Na hora de elencar quem serão seus parceiros, ou seja, quem vai trabalhar com você no DropShipping, opte por parceiros com reputação. 

Além disso, escolha um bom host para sua loja virtual. E não se esqueça de caprichar no design, para parecer bastante profissional. 

5) Verifique o público-alvo e permite rastrear a compra

Estudar o público-alvo é essencial para qualquer ação de marketing digital. Nesse caso, não é exceção. Faça a divulgação de conteúdo voltado para o público-alvo escolhido, dentro do seu nicho de atuação. 

E por último, sempre permita ao cliente rastrear a compra. Assim, ele se sentirá mais seguro ao fazer uma compra na sua loja virtual. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *