Eduarda Guedes

28 de julho de 2021

Compartilhar

Dicas para evitar o estoque parado na sua loja virtual

9 min de leitura

Seja após a temporada promocional, ou quando a saída do produto não é esperada, é sempre importante estar atento à quantidade em estoque e a falta dele. Afinal, o estoque parado na prateleira é sinônimo de dinheiro sobressalente indomável.

Além do fato de já ser preocupante, existem também os fatores sazonais, é necessário conhecer as tendências por estação dos clientes e evitar reter produtos que possam ser rejeitados.

Neste artigo, apresentaremos diversas dicas para ajudar sua loja virtual a eliminar interrupções na produção e o estoque parado

O que é giro de estoque?

A taxa de giro de estoque, nada mais é do que ajudar a avaliar o desempenho das vendas de uma empresa, mais especificamente, um indicador do desempenho do estoque em um determinado período.

Ao calcular a taxa de giro de estoque, é possível saber o tempo médio de um produto armazenado antes que seja vendido e a velocidade de atualização do estoque, mostrando assim a qualidade e o potencial dos produtos armazenados

Basicamente, a taxa de giro do estoque é a soma das mercadorias vendidas dividida pelo estoque médio de um determinado período. Existem duas maneiras básicas de realizar este cálculo:

  • Do ponto de vista do número de produtos;
  • Do valor do produto.

Todo giro de estoque está ligado ao número de vendas e ao escoamento de produtos, isso é fundamental para que a empresa consiga receita para renovar o estoque. Para iniciar o processo de escoamento de estoque, fizemos uma lista com muitas dicas que irão te ajudar a evitar o estoque parado, e caso aconteça, você consiga esvaziá-lo o mais rápido possível.

1. Faça Promoções para troca de temporada ou coleção

Os produtos não rotativos que serão lançados no final da temporada e preços diferenciados vão atrair a atenção do público.

Tenha cuidado para não prejudicar a lucratividade. Reduza a margem de lucro, mas de uma forma que não exista prejuízo na operação, isso pode ser feito através de análises detalhadas de custos e despesas.

Além de vender produtos com mais rapidez, sua imagem corporativa também pode ser associada a preços preferenciais para satisfazer os clientes e criar mais visibilidade para sua loja virtual.

Não se esqueça de promover suas promoções para atrair a maior parte do seu público-alvo. 

2. Busque fornecedores que aceitam trocas de produtos

Alguns fornecedores aceitam trocas de produtos, que podem ser usados ​​para trocar itens fora de estoque por itens que podem ser adicionados a novos eventos.

O ideal é que essa questão seja discutida primeiro com o fornecedor, respeitando aqueles que não oferecem essa possibilidade. Desta forma você vai conseguir ter seu estoque sempre renovado, evitando peças paradas.

A troca de peças ainda pode ajudar o seu fornecedor a remanejar o estoque tirando aqueles produtos que tiveram tanto sucesso com o seu público e enviando para outra loja que o mesmo teve maior aceitação. 

Todas essas são formas de negócio que podem dar muito certo dependendo do seu relacionamento e negociação com o fornecedor. 

3. Faça promoções de Kits de estoque parado

Juntar em um kit peças muito bem aceitas com peças que não fazem tanto sucesso assim, anunciar com preços mais acessíveis e divulgar esse combo em diversos canais, podem trazer muitos resultados positivos no seu estoque parado. 

A combinação de dois ou mais produtos a preços muito atrativos atrai a atenção de um grande número de consumidores.

A conhecida promoção de combinação, ou kit de produtos, é muito popular no mercado. Para fazer isso, por exemplo, associe os produtos de papelaria aos produtos mais vendidos e forneça preços promocionais para usar os dois produtos em simultâneo.

Observação: a Lei de Proteção ao Consumidor não permite venda casada, portanto, esta estratégia deve estar sempre associada a atividades promocionais, ao invés de compras obrigatórias de vários produtos.

4. Tenha um Outlet

Fazer um outlet dentro da sua loja virtual também pode funcionar muito bem para movimentar seu estoque parado. Divulgar de forma mais efetiva as peças e com valores mais acessíveis desperta no consumidor a curiosidade e a sensação de vantagem. 

Outra forma de vender estoque parado é criar uma aba de promoção ou outlet permanente em seu e-commerce, onde o produto é vendido a um preço menor que o normal.

São milhares de consumidores em busca de promoções e preços mais baixos, sem dar atenção à moda ou às tendências. Divulgar essas promoções é uma forma de atingir esses públicos e esvaziar estoques de produtos de baixo giro.

Se você não quer associar sua loja virtual à venda de produtos que podem ser considerados de segunda categoria ou desatualizados, uma boa dica é criar um projeto paralelo com nome e marca diferentes e lidar com esses produtos. Essa é uma medida adotada por grandes lojas virtuais de varejo.

Não se esqueça de fornecer uma estrutura adequada para sua operação. Escolha sempre a melhor solução de e-commerce, que oferece a possibilidade de integração em tempo real das informações e controle das lojas virtuais.

5. Busque soluções de vendas 

Buscar soluções para aumentar suas vendas ajuda muito a fazer o seu estoque girar e escoar os produtos com menor adesão. Essas soluções vão desde uma descrição mais efetiva do produto até uma foto que valorize mais o modelo e a forma de usar o produto. 

Tutoriais de como usar, fotos que exponham os pontos positivos do produto ajudam muito no processo de decisão de compra. Detalhes como esses proporcionam um giro muito maior e efetivo no estoque. 

Como vender o estoque parado?

Vender o estoque parado é muito importante para você ter lucros e não prejuízo. Para vender o estoque ou produtos parados é necessário que em primeiro lugar seja feito um relatório identificando cada um dos produtos que menos foram vendidos. 

Analisar qual o principal público para esses produtos é também um passo muito importante para escoar este estoque que está estagnado no momento. Investir em uma pesquisa de mercado simples para saber como pode torná-los atrativos é uma solução bastante interessante. 

Intensificar os textos nos anúncios e divulgar mais vezes o produto traz muitos resultados positivos, pois às vezes o produto não é encontrado pelo cliente. Com mais divulgação, mais clientes conhecerão seu produto e assim conseguirão adquirir. 

Quais são as opções de estoque para sua loja virtual?

Conhecer os diferentes tipos de estoques podem te ajudar e muito a ter um relatório mais preciso de qual estratégia pode dar mais certo para sua empresa. Por isso, preparamos uma listinha de quais tipos existem e como eles podem te ajudar.

a) Estoque compartilhado

Ideal para empresas que mantêm lojas físicas e virtuais, o estoque compartilhado compartilha o mesmo espaço entre os dois, economizando um armazenamento significativo. 

Outra vantagem é que os estoques individuais na loja física e na loja virtual também podem ser melhor gerenciados, pois cada produto requer gerenciamento separado. 

No entanto, se você vender o último item em uma loja física e esta atualização falhar, você precisa ter um bom controle de estoque para evitar que o item que não está disponível seja vendido dentro da loja virtual.

b) Estoque descentralizado

É realmente um estoque. A diferença em comparação com antes é que os pontos de distribuição aqui podem ser distribuídos por muitas regiões. 

Sua força depende da quantidade de pontos de distribuição e a quantidade em todas as regiões do país, reduzindo justamente a velocidade e o tempo de entrega. Outro fator positivo são os custos de envio, pois o ponto de partida é sempre o armazém mais próximo do cliente. 

Manter vários estoques distribuídos com um ponto de referência aumenta significativamente o custo do espaço físico necessário para armazenar produtos. Também requer uma boa gestão logística para manter o controle e a integração entre todos os pontos do armazém.

c) Estoque consignado

Produtos em consignação significam que os varejistas os mantêm por um período de tempo, sendo essa uma boa opção se não houver vendas ou se uma empresa que vende um novo produto em um mercado não tiver estatísticas de vendas. 

d) Estoque terceirizado

Existem dois tipos de estoque terceirizado. Primeiro, o fornecedor é responsável pelo estoque e remessa, que é chamada de remessa direta. Há algumas coisas a serem consideradas ao trabalhar diretamente com você, como se você não precisasse de gerenciamento de estoque. 

No segundo caso, o vendedor é responsável pelo estoque, mas não entregou a mercadoria ao cliente. O envio será feito quando solicitado pelo vendedor responsável pelo envio ao cliente. Esse processo, chamado de conexão cruzada, requer gerenciamento de logística sem o gerenciamento de estoque do varejista. 

Existem muitos erros que devem ser evitados e que não prejudicam as vendas da loja virtual, mas saber escolher o estoque certo para o seu negócio também é uma parte importante do processo.

Conclusão

Se você já está com o estoque parado, vale apostar em opções que tragam um giro de estoque imediato como promoções, vendas de combos ou kits e sugestões de produtos correlatos às opções do seu cliente. 

Agora se você está na metade da temporada e notou que algum produto não foi bem aceito pelo seu público, você pode tentar entrar em contato com o fornecedor e verificar a possibilidade de troca por aqueles produtos que trouxeram mais resultados. 

A escolha de cada uma dessas soluções, vai depender da sua estratégia e do seu público, analisar as possibilidades de negócio com esse estoque parado também seja uma solução. 

Portanto, verifique as possibilidades disponíveis e qual a melhor estratégia para o seu tipo de negócio. Isso vai ajudar a saber qual dessas dicas se encaixa no seu caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *