Eduarda Guedes

25 de junho de 2021

Compartilhar

O que é PWA e por que ele é uma ótima tendência estratégica para seu e-commerce

5 min de leitura

Desde o surgimento dos primeiros aparelhos de celular, a globalização tem se intensificado, e assim, a tecnologia está avançando cada vez mais, onde todos os dias um novo aplicativo é desempenhado com alguma definição importante. Devido a isso, os profissionais que trabalham com e-commerce precisam acompanhar o crescimento do mundo digital para manter seu negócio inovador.

Por isso, fica o questionamento entre os empreendedores: “Devo ter um aplicativo?”

Desenvolver e manter um aplicativo nativo, aquele feito com foco em uma plataforma e capaz de acessar todos os recursos de um smartphone, geralmente está acima do orçamento. Com isso, entra outra forma de tecnologia que utilizamos entre a interação de um app e a web: o PWA. Esse método pode ser revolucionário para sua loja, pois poderá melhorar o relacionamento com cliente no mobile, além de proporcionar destaque entre os concorrentes.

O que é a PWA e como funciona?

A sigla PWA é uma abreviação de Progressive Web App, ou, Aplicação Web Progressiva, nome dado a sites que são construídos utilizando recursos que antes estavam disponíveis apenas para aplicativos. É um novo modelo que liga a metodologia dos navegadores modernos com benefícios de um navegador móvel, ou seja, tem uma pegada meio híbrida, onde sua página vai parecer com um app, mas na prática não será.

O aplicativo é desenvolvido por três linguagens que são bastante utilizadas na criação de website: HTML, CSS e JavaScript, mas sua funcionalidade se parece muito com a de um app nativo tradicional. Não é necessário baixar na App Store ou no Play Store, e você poderá oferecer ao usuário recursos de push e suporte off-line.

Os PWAs são criados com APIs (Application Programming Interface – Interface de Programação de Aplicativos), que são um conjunto de definições e instruções modernas utilizadas para se ter acesso a um aplicativo. Esse tipo de Programação fornece recursos excelentes de instalação, e ajuda a alcançar qualquer pessoa, independente de qual lugar esteja ou dispositivo que esteja usando, com apenas uma base de código.

A maioria dos sites que encontramos online são PWA. O Twitter, por exemplo, podemos instalá-lo normalmente, e quando abrimos no navegador, percebemos que ele funciona de forma igual ao app baixado. Não existe diferença em mexer em um iPhone ou um Android. Por isso é tão importante fazer o aplicativo web, pensando no PWA. 

Um site com PWA tem início em uma página da web, e logo depois que o usuário instalar, ele recebe uma notificação para adicionar a uma tela inicial.

O Google Developers fez uma lista de características importantes sobre os PWAs, para fazer com que o cliente tenha uma boa experiência:

  • Progressivo: qualquer usuário pode ter acesso ao conteúdo disponível, independente do navegador que ele esteja usando.
  • Responsivo: tem a capacidade de se adequar a qualquer dispositivo, seja ele desktop, celular ou tablet.
  • Funciona off-line: possui tecnologias que garantem ao usuário o funcionamento das principais funcionalidades da aplicação sem a necessidade de conexão com a internet. Também é otimizado para trabalhar em redes de baixa qualidade.
  • Semelhante a aplicativos: a navegação e interação com o usuário é semelhante a de um app, já que utiliza a mesma estrutura visual e de percepção.
  • Atual: está sempre atualizado devido a um serviço que roda em plano de fundo.
  • Seguro: por conta do HTTPS (criptografia na conexão dos dados), as informações compartilhadas em uma aplicação PWA não podem ser adulteradas e tem pouco risco de invasão.
  • Devido ao manifesto W3C, as aplicações em PWA são reconhecidas pelos mecanismos de busca como um app, sendo facilmente encontrados.
  • Envolvente: Com recursos como notificações push, entre outras, é possível engajar o usuário e fazer com que ele se interesse em utilizar a sua solução.
  • Instalável: mesmo não tendo a necessidade de ser baixado em uma loja de aplicativos, um PWA garante com que o usuário possa colocar o ícone da aplicação em sua tela principal, se comportando de forma semelhante a um app depois disso.
  • Linkável: para que o usuário tenha acesso a ele, basta um link, reduzindo o atrito das lojas de aplicativos.

Os aplicativos oferecem um maior engajamento, por isso as pessoas investem tanto neles. Notificações de push aparecem somente para aqueles que instalaram o app, assim as mensagens vão aparecer em destaque em qualquer plataforma digital que o usuário estiver usando. Elas podem ser personalizadas de diversas formas diferentes, como limites de caracteres, linhas e formatos, isso vai de acordo com o seu lado operacional. Eles podem garantir uma aprovação positiva por parte dos usuários.

Cuidados com o SEO em seu PWA

O PWA foi desenvolvido interligado com os mecanismos de buscas para ser mais ágil nas pesquisas. Alguns usam o JavaScript para criar funções mais complexas, mas talvez isso não seja o ideal a ser feito. É preciso ter a certeza de que ao configurar o PWA que o JavaScript esteja acessível. Não deve bloquear arquivos para bots e os links devem estar todos disponíveis. Também se pode utilizar a renderização do lado do servidor, para facilitar.

Transformar o site em PWA, não significa diretamente adaptá-lo aos benefícios fornecidos pelo SEO. Porém, se tiver um bom PWA pode trazer grandes satisfações vindas do cliente, e assim passar na frente de vários concorrentes. Fazer uma análise da estratégia de SEO para aparelhos móveis também pode ser vantajoso para passar por cima.

Use PWA para melhorar seu e-commerce

O PWA poderá não substituir os aplicativos nativos, mas podemos ter a certeza de que essa pode ser uma estratégia inovadora e que trará grandes benefícios para aqueles profissionais que souber investir na estratégia para melhorar seu negócio.

Esse novo recurso tem bom potencial para crescer e se tornar tendência entre os proprietários de e-commerce e de outros empreendedores que trabalham com a internet.

Últimas postagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *