Eduarda Guedes

21 de junho de 2021

Compartilhar

O que é branding e por que ele é importante para a minha loja virtual?

10 min de leitura

Quando pensamos em refrigerante, qual a primeira marca que vem a sua mente? Agora, quando falamos em palha de aço, já sei outro nome que vem na sua cabeça. Então, isso é chamado de Branding no mundo do marketing.

Branding é uma série de ações consistentes com o posicionamento, propósito e valor da marca. O objetivo da marca é despertar sentimentos e estabelecer conexões conscientes e inconscientes, essenciais para que o cliente escolha sua marca na hora de decidir pela compra de um produto ou serviço.

Basicamente, branding é tudo aquilo que a marca representa para os seus consumidores, seja por sua cor, autoridade sobre o assunto, posicionamento no nicho em que atua ou opiniões que divulga no mercado. Tudo isso são formas de constituir uma marca e trazer para o mercado inovações e soluções para o cliente. 

O que é Branding?

Analise uma marca por 1 minuto. Além de considerar seu nome, cores, letras, formas, sons, você também considera sentimentos e memórias?

Essa é exatamente a função do branding: despertar sentimentos e estabelecer uma conexão consciente e inconsciente, fundamental para que o cliente escolha sua marca na hora de decidir pela compra de um produto ou serviço.

Todos os movimentos criados pela marca, desde a criação do logotipo, fonte, voz, tom, valores da empresa, jingle, a escolha das pessoas que representam, tudo o que ajuda a estabelecer a percepção da personalidade da marca e sentimento nas mentes dos consumidores.

Essas práticas ajudam a criar valor fora do produto. Não é apenas produtos, mas também da marca em si. Branding é o processo de criação de significado por meio de símbolos, trazendo para o consumidor uma ligação direta com essa representatividade no mercado. 

Qual a importância do Branding?

A globalização aumentou a competitividade, provando que a diferenciação da marca é necessária e sua finalidade vai além do posicionamento.

De acordo com pesquisa realizada pela Ana Couto, o Branding é quando uma marca consegue realmente estabelecer uma conexão com o consumidor por meio de seu propósito. Neste caso, a percepção de preço pode mudar: 67% dos entrevistados disseram estar muito dispostos a comprar produtos de marcas relacionadas e bem reconhecidas. Eles têm um propósito comum e estão dispostos a pagar mais por isso, porque veem o verdadeiro valor dessa aquisição.

Construir uma marca com personalidade e objetivos, e construir um senso de identidade com as pessoas, suas histórias e motivos. Esse deve ser o principal propósito do branding.

Além disso, melhorar a experiência de uma boa marca é a chave para a recomendação, e a recomendação é uma das armas mais poderosas para conquistar novos clientes.

Falar sobre recomendação também está ligado a fidelização do cliente e como isso pode ajudar no aumento de consumo do seu produto no mercado. Uma boa experiência e uma grande afinidade com o que a marca representa pode ser a melhor forma de encontrar novos consumidores e manter aqueles que você já proporcionou algumas soluções, mas sempre buscará a sua empresa como uma possível solução das próximas situações. 

Branding no Marketing Digital

O branding é um conceito fundamentado no marketing digital. Quando a internet não existia, as marcas se posicionavam e estabeleciam contato com o público por meio de anúncios regulares (rádio, jornal, TV).

Com a transformação da tecnologia, o marketing digital trouxe novas possibilidades para as marcas. Alguns especialistas falam sobre o conceito de marca digital, que é basicamente uma marca em um ambiente digital.

Hoje, as marcas podem escolher canais super personalizados a um custo menor para atrair seu público e oferecer diferentes formas de compra.

Existem várias maneiras de promover uma marca na Internet. Podemos dividir as iniciativas em duas categorias:

1) Identidade Visual da marca:

A representação visual da marca ajuda a estabelecer uma identidade na mente dos consumidores: logotipos, estilos de fotos, fontes, cores, etc. Como, por exemplo, a marca Lenovo, sua chamada está ligada a ser mais rápida, mais eficiente e mais funcional. Já quando falamos da Apple ela tem um símbolo inconfundível e assim poderíamos falar de várias outras.  

Tudo isso consiste na reunião de alguns fatores que podem ajudar a identificar a marca. Veja essa listinha que preparamos abaixo:

Logo que combina com você

Ao criar uma marca, você também deve projetar para a rede, o que é muito importante. O formato de arquivo usado para materiais impressos difere do formato de arquivo usado para a internet. Portanto, considere a aplicação de sua marca e a facilidade de leitura e compreensão do nome na versão simplificada

Crie um manual de marca

No manual devem constar todas as cores que a marca pode ter, quais fontes são utilizadas na sua criação, quais códigos de cores, como deve ser aplicada aos materiais, versões vertical e horizontal, etc. Quer um exemplo? Consulte o manual da marca "Digital Results".

Determine uma unidade de estilo

Busque imagens que digam muito sobre a sua marca e a forma que ela representa seus clientes. Fazendo isso, o cliente logo estabelecerá uma ligação com as fotos e imagens que estarão dispostas no ambiente virtual da marca. 

Por isso, sempre busque a representatividade em um estilo de cores, formatos e pilares da própria marca. 

2) Estratégia de Branding:

A estratégia deve ser os valores não visuais que a marca traz em sua representatividade. Basicamente é uma forma de transmitir ao consumidor o objetivo da marca e como ela vai simbolizar todos esses valores e opiniões. 

A estratégia da marca está em um nível bem mais avançado de relacionamento com o cliente. Neste ponto de afinidade com a marca o cliente se identifica não só com o estilo, mas com as convicções da marca criando uma conexão mais estável.

Personalidade da marca

Qual a presença da sua marca no mercado? Quais as características da sua marca? Se ela fosse uma pessoa, como ela seria? Quais seriam suas características? 

Se você conseguir responder todas essas perguntas, conseguirá dar uma personalidade a sua marca, tornando a experiência do consumidor ainda mais exclusiva.

Tom de voz

Se a sua marca falasse como seria a linguagem dela e o seu comportamento? Seria mais informal, descontraído e casual? Ou seria mais informativo, objetivo e com uma linguagem formal?

A linguagem da marca é fundamental para a comunicação com o cliente. Por isso, pense como a sua marca falaria com o cliente e defina esse ponto também. 

Com essas respostas sobre o branding no marketing digital, o cliente se sentirá mais representado e atraído pela marca e por tudo que ela representa.

Canais de comunicação

A escolha do canal de comunicação é muito importante também para você chegar até o cliente que se interessa pela sua marca. Fazer uma pesquisa de consumo de mídia e criar uma rede social onde os seus possíveis clientes estejam é algo muito importante. Uma possível entrada no marketing digital, pode ser por meio da criação de um blog ou site da marca, trazendo para a sua plataforma pessoas que se interessam pelo seu produto e pelo conteúdo que você disponibiliza sobre ele. 

Assim, seu público será estritamente orgânico, ou seja, só estará lá pelo seu produto e pelo que ele pode contribuir para o dia a dia da vida.

Outra forma de gerar pessoas interessadas no seu produto, é a criação de um Facebook, Instagram e WhatsApp. Todas essas redes sociais já têm a possibilidade de criação de loja e catálogo. 

Desta forma você poderá colocar informações sobre a sua marca e o seu logo como imagem do seu perfil, estabelecendo assim uma forma de comunicação visual do cliente com a marca e comunicação pessoal dele com os produtos. 

Portanto, pelas redes sociais o cliente poderá conhecer a marca, as informações sobre ela e os produtos que podem ser adquiridos. Esse formato de marketing digital pode ser bastante significativo para os clientes que gostam da compra online sem existir uma interatividade, seja com uma assistente virtual ou com um representante do atendimento. 

Como ter mais informações sobre Branding?

Se você acredita que branding pode ser a solução para alavancar suas vendas e aumentar o alcance da sua marca no marketing digital, vamos te indicar alguns livros que podem te ajudar nesse processo de reformulação da sua marca ou até mesmo na criação do seu branding

1) BrandSense: segredos sensoriais por trás das coisas que compramos

Esse livro comenta quais são as motivações de compra que vão além do olhar, como conquistar o seu cliente não apenas pelo o que ele vê, mas pelo que ele acredita, pela forma dele pensar e pelo quanto a sua marca pode representar esse cliente. Seja pelo cheiro, formato e ideologias. 

O livro aborda como o branding pode ser criativo alinhado com o objetivo de cada marca e forma de venda, deixando bem claro a importância de mexer com os sentidos do seu cliente para conquistá-lo.

2) Gestão estratégica de marcas

Este outro livro aborda como fazer a gestão da sua e a importância que ela tem para o seu cliente, além disso, ainda coloca como a economia global foi influenciada pelo branding e como as grandes marcas promovem a sua gestão, como apresentam a solução para o seu cliente e como conquistaram autoridade em seus nichos. 

3) On Branding: 20 princípios que decidem o sucesso das marcas

O guru do branding, David Aaker, apresenta neste livro compacto os 20 princípios essenciais para criar e manter marcas fortes. Reunindo e resumindo o que as melhores estratégias já usadas pelo autor, esses princípios oferecem uma ampla compreensão das marcas, sua estratégia e construção, e mostram como criar portfólios da marca sinérgicos e eficientes. 

Esta é, sem dúvida, uma fonte indispensável para gestores, estrategistas de selling e de marca é uma excelente leitura de entrada para todas as outras publicações de David Aaker.

4) Personal branding: Construindo sua marca pessoal

Esse é um livro que aborda como promover a sua marca pessoal, perfeito para quem oferta os serviços nas redes sociais. Aborda assuntos de como mostrar seus diferenciais e como pode ser indispensável seja para empresa ou para o seu cliente. 

Neste livro é possível saber como deixar sua marca pessoal cada vez mais forte e como isso pode te ajudar a ser procurado pelo seu cliente. Como pode ser o marketing pessoal nas redes sociais e durante a conversa com seus clientes. 

Conclusão

O branding é fundamental para que a marca consiga tomar forma, representando assim os seus clientes em diferentes sentidos. Será a partir de atitudes como essas que o consumidor passará a pensar na marca como uma solução para os problemas. 

O segredo do branding está em ativar diferentes gatilhos dentro do seu cliente, ou seja, usar de imagens, sons, cheiros e mensagens que levam o cliente a acreditar que precisa da sua marca para solucionar o problema dele. 

O fato da empresa ofertar soluções ao invés de apenas produtos é fundamental para se construir um relacionamento com o consumidor e assim chegamos aos canais de comunicação da empresa que deve ser algo simples, fácil e que o cliente veja. 

Por isso, as apostas em marketing digital são altas, pois assim conseguimos rastrear o que pode agradar mais o seu cliente e aquilo que pode não fazer tanto sentido para o seu estilo de marca. 

Por fim, vale conhecer um pouco mais sobre o branding e como ele pode ser o diferencial da sua marca. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *