Gustavo Perina

15 de janeiro de 2021

Compartilhar

Tudo que você precisa saber para migrar sua loja virtual sem perder acessos

4 min de leitura

Seja por uma escolha equivocada, falta de suporte ou atualizações, bem como necessidade de expansão, o fato é que chega um momento onde as empresas que possuem um e-commerce se deparam com a necessidade de fazerem a migração da loja virtual. Na prática, vão percebendo pontos como falhas nos processos de gestão, incapacidade de implementar funcionalidades importantes ou começam a perder acessos, o que se torna ainda mais preocupante.

Portanto, mesmo que a princípio migrar de sistema pareça um custo financeiro e de esforços, é fundamental que, ao se apresentar a demanda, os gestores não deixem de fazer as mudanças necessárias, já que assim o negócio pode crescer de forma escalável e bem estruturada, ao mesmo tempo em que oferece boas experiências de compra aos seus clientes.

Nesse contexto, é comum que surjam dúvidas sobre o funcionamento desse processo e como realizá-lo de forma eficiente. Se esse é o seu caso, chegou ao lugar certo. Confira o nosso artigo, pois é justamente sobre isso que vamos falar!

Como fazer a migração de loja virtual sem prejuízos?

A migração de loja virtual consiste na transferência de todos os arquivos, dados e documentos para outra plataforma digital. Por isso, se trata de um processo complexo e de alto risco, que exige planejamento e uma análise detalhada das opções oferecidas no mercado.

Como as alternativas são bastante variadas, no momento de escolher o sistema mais adequado às novas demandas, é preciso se atentar para alguns fatores indispensáveis. São eles:

● Personalização do layout:

Assim, a loja virtual fica no formato e estilo que mais agradam a identidade da marca e o seu público;

● Recursos e integrações:

Os quais tornam o sistema flexível e adequado para a realidade das empresas atuais, que precisam gerir seus processos com o máximo de inteligência, agilidade e assertividade;

● Diferentes pacotes de pageviews:

Onde garantem melhor desempenho do site, impedindo lentidão no carregamento das páginas da loja virtual, além da geração de relatórios;

● Redirect 301:

Funcionalidade que redireciona os visitantes que acessam a loja virtual antiga para a nova sem problemas na hora de analisar os acessos;

Outras funcionalidades interessantes são o checkout transparente, o layout responsivo (que se adapta a qualquer tipo de dispositivo e tela), a otimização para os mecanismos de busca (SEO) e a API aberta.

9 passos para a migração sem perder os acessos

Agora que você já conhece os aspectos indispensáveis para uma migração de loja virtual de sucesso, confira os 9 passos para que o processo ocorra sem perder os acessos:

1. Faça um bom planejamento

Essa é a base de tudo, pois é o planejamento estratégico que administra todas as expectativas do projeto;

2. Tenha atenção ao domínio

Esse é um fator de grande influência no rankeamento do Google, que se utiliza de palavras-chave, tempo de registro e extensão do endereço para considerar a relevância das páginas;

3. Migre os dados

Transfira as informações dos seus produtos e os dados de cadastro dos seus clientes por meio de planilhas, por exemplo; 

4. Ajuste e melhore o SEO

Ao fazer a migração de loja virtual aproveite para otimizar os recursos do SEO que irão posicionar o novo site;

5. Analise a configuração de e-mails

Verificar a configuração de envio e recebimento de e-mails certamente auxilia o e-commerce a não perder acessos;

6. Realize treinamentos

Treinar a equipe que irá lidar no dia a dia com a nova plataforma de e-commerce é tão importante quanto a escolha de uma boa ferramenta;

7. Teste antes de migrar

Para que a migração da loja virtual ocorra de forma satisfatória, é fundamental testar recursos, aplicativos e outros elementos antes de finalizar o processo completamente;

8. Informe o seu público

A partir do momento em que um e-commerce visa melhorar a experiência dos clientes por meio de novas ações, como mudar de plataforma de e-commerce, é importante que os informe para criar valor a marca;

9. Se atente às ferramentas analíticas

A mensuração dos resultados que a nova plataforma trará é fundamental para avaliar em quais pontos a mesma está atendendo as expectativas e quais os aspectos podem ser melhorados, de forma com que os resultados evoluam continuamente. 

Agora que você já sabe como funciona a migração, sua importância e como implementar a estratégia sem perder os acessos, é o momento de fazer uma análise interna para verificar quais as principais demandas e expectativas. 

Para saber mais sobre as soluções da Webstore, entre em contato com um de nossos consultores, teremos muita satisfação em te atender!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *