Gustavo Perina

11 de dezembro de 2020

Compartilhar

Como migrar de plataforma de e-commerce sem prejuízo

3 min de leitura

São vários os motivos que levam os empreendedores a realizarem a migração da plataforma de e-commerce. Entre eles está a expansão do negócio, a integração com outros sistemas, a flexibilidade para a personalização de layout, as funcionalidades e gateways de pagamento

Apesar de o objetivo ser sempre otimizar a loja virtual para vender mais, esse processo deve ser feito com muito cuidado para evitar prejuízos. Isso porque envolve uma série de detalhes importantes para uma implementação efetiva e sem dores de cabeça.

Pensando em auxiliar as lojas virtuais a mudarem suas operações para sistemas mais condizentes com as necessidades é que fizemos esse artigo. Acompanhe e confira os passos necessários para atingir o objetivo com sucesso!

1. Analise as principais razões para migrar

A primeira etapa para uma decisão assertiva é fazer um levantamento interno que sinaliza quais são as demandas a serem resolvidas. Afinal, como comentamos, são motivos diversos que levam à migração. 

Para começar, isso pode ocorrer por pura necessidade, já que algumas plataformas deixam de funcionar ou oferecer certas facilidades que fazem diferença. Outros fatores são, por exemplo, melhores condições e preços, ferramentas diferenciadas e recursos importantes para o negócio, como integração a com marketplaces.

O fato é que cada loja virtual possui suas próprias características e motivos para migrar de plataforma, os quais devem ser levantados antes da escolha.

2. Reúna todas as informações necessárias

Uma das ações imprescindíveis para migrar de plataforma sem prejuízos é reunir todos os dados importantes, como planilha de produtos, itens em estoque, contatos e base de clientes. Esse último, inclusive, é fundamental, já que com esses dados é possível entrar em contato com quem já comprou com a loja virtual, manter o relacionamento e oferecer promoções. 

3. Fazer um levantamento sobre as funcionalidades que devem ser oferecidas

Outro ponto importante para uma migração sem prejuízos é verificar quais recursos são fundamentais na nova plataforma de e-commerce. Entre eles estão:

● variedade de temas e personalização de layout;

● quantidade de funcionalidades e otimizações;

● integrações com outros sistemas e canais online;

● verificar se possui o Redirect 301, o qual direciona permanentemente o URL da plataforma;

● avaliar se o sistema possui recursos e ferramentas para Search Engine Optimization (SEO), responsável pelo bom rankeamento da página em mecanismos de busca como o Google.

Como você pôde comprovar, fazer a migração da plataforma de e-commerce de forma eficiente e assertiva depende de alguns fatores importantes, os quais devem ser considerados antes de qualquer decisão.

Nesse processo, é essencial ter calma e atenção para garantir a escolha do melhor fornecedor e a transferência de todas as informações necessárias para evitar prejuízos.

Uma das opções de plataforma de e-commerce com melhor custo-benefício do mercado é a Webstore, sistema com mais de 11 anos de história e mais de 45 mil loja criadas. Ideal para todo tipo de negócio, oferece diversos recursos e integrações, além de diferenciais como layout personalizável, API aberta, checkout transparente, relatórios completos e otimização para SEO. 

Quer saber mais sobre a nossa solução para a sua loja virtual? Então crie agora mesmo sua loja virtual com 10 dias de teste gratuito na plataforma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *