Marketing / Empreendedorismo / Gestão

Qual a diferença entre E-commerce e Loja Virtual? Descubra agora!

Quando você começa a pensar em vender online, surgem diversos conceitos que podem parecer significar todos a mesma coisa. Muita […]

Qual a diferença entre E-commerce e Loja Virtual? Descubra agora!

Quando você começa a pensar em vender online, surgem diversos conceitos que podem parecer significar todos a mesma coisa. Muita gente ainda confunde, mas e-commerce e loja virtual, por exemplo, são duas coisas diferentes dentro de um mesmo universo comum.

O que é e-commerce?

E-commerce é um segmento mercadológico, traduzido no Brasil como mercado de comércio eletrônico. Na prática, e-commerce diz respeito à venda de produtos através da internet. Ele é como um grande território, um espaço amplo com muitos elementos.

Existem diversas formas de atuar no mercado de e-commerce e uma delas é através de uma loja virtual.

O que é loja virtual?

A loja virtual, por sua vez, é o canal de vendas de quem atua no mercado de e-commerce. É como um pequeno barquinho no imenso oceano do e-commerce.

A loja virtual funciona como uma vitrine dos produtos ou serviços comercializados e também é um canal de comunicação com o consumidor. Trata-se da página ou site de vendas do seu negócio e é um elemento essencialmente importante para uma boa competitividade no grande mercado.

Como começar a vender online?

Diante de um vasto mar de possibilidades, muita gente se pergunta: por onde começar? Para ingressar no mercado de e-commerce e abrir uma loja virtual, você pode utilizar estratégias que ajudem as pessoas a chegarem ao seu negócio.

Plataformas de marketplace com nome consolidado, como Mercado Livre, Amazon e Elo7, por exemplo, são alternativas para vendas rápidas no mercado de e-commerce antes mesmo de criar sua loja virtual.

Este pode ser um bom caminho para entender como começar e como vender online. Além disso, nada impede você de vender simultaneamente no marketplace e na sua própria loja online.

Qual o investimento para abrir uma loja virtual?

Abrir uma loja virtual é, definitivamente, muito mais barato do que abrir um comércio físico. No entanto, empreender sempre gera um certo medo em relação a altos investimentos e os riscos que se corre.

A dúvida sobre o capital inicial para uma loja virtual é grande, mas isso depende de diversas variáveis, como o seu produto, pretensão e estrutura. Uma coisa é certa: não é preciso muito para começar. Veja alguns exemplos de quem começou com pouco e conseguiu ter muito sucesso no e-commerce através de uma loja virtual:

Jeff Bezos, fundador da Amazon, começou com um computador, um pequeno estoque de livros em sua própria casa e muita propaganda. Em 1995, quando a internet ainda era um território desabitado, ele anunciou que sua empresa, recém-lançada, era a maior livraria do mundo. Três meses ano após o lançamento, a Amazon estava vendendo 100 livros por dia e 1 ano depois já eram 100 livros por hora.

Quem vê a Dafiti hoje, figurando em primeiro lugar na lista dos maiores e-commerces de moda da América Latina, talvez não imagine que a loja começou na internet vendendo apenas calçados. Com o crescimento, o e-commerce foi ampliando seu portfólio e é reconhecido atualmente pela incrível variedade de marcas e produtos disponíveis e pela experiência do cliente. Em 2019, a Dafiti faturou mais de 2 milhões de reais.

A Black Milk Clothing, loja de roupas femininas, foi fundada pelo australiano James Lillis, em 2009. Ele lançou a loja virtual sem gastar praticamente nada, utilizando grupos de Facebook e redes sociais para divulgação. A empresa hoje vende para o mundo inteiro e vale uma fortuna.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Chegou sua hora de crescer sem limites

Avalie por 10 dias grátis.

Crie sua loja