Eduarda Guedes

7 de junho de 2021

Compartilhar

Criptomoedas no comércio eletrônico

6 min de leitura

Você sabe o que são criptomoedas e como elas podem ser usadas no comércio eletrônico? Tornando suas compras mais seguras e muito mais rápidas? 

Então, se você quer tirar todas essas dúvidas continue lendo esse artigo para conhecer mais sobre elas. 

O que são criptomoedas?

As criptomoedas são conhecidas como moedas virtuais. Basicamente, é um ativo digital que possibilita transações mais seguras na internet. 

Essas criptomoedas utilizam da criptografia para que as transações sejam validadas e confirmadas sem a possibilidade de fraudes. Esse, atualmente, é considerado o meio de pagamento mais seguro em diversas plataformas.

Vale dizer que a criptomoeda é bem diferente do dinheiro eletrônico, pois o dinheiro eletrônico tem sua administração centralizada em alguma instituição bancária, Já a administração das criptomoedas é descentralizada. Ou seja, não existe uma instituição financeira por trás. 

Como usar as criptomoedas:

As criptomoedas revolucionaram o mercado mundial, trazendo solução, principalmente, para quem faz compras pela internet e busca mais segurança. 

Em 2017, a universidade de Cambridge estimou que cerca de 5,8 milhões de usuários que faziam compras no e-commerce utilizavam as criptomoedas como meio de pagamento. 

Em 2018, por meio de uma pesquisa de mercado, encontrou-se mais de 12 mil empresas do comércio eletrônico que aceitavam as criptomoedas como forma de pagamento. Número que cresceu muito desde o surgimento dos Bitcoins, nossa criptomoeda pioneira que está no mercado desde 2009. 

Essa opção pelas criptomoedas é exatamente pela segurança da transação, por ser um sistema descentralizado, não existe a possibilidade de um ataque cibernético acontecer em todos os detentores de criptomoedas de uma só vez. 

Portanto, a principal diferença entre as criptomoedas e o dinheiro eletrônico é que o dinheiro está centralizado em um banco. Assim, se esse intermediário for atingido por um ataque hacker, todos os seus clientes poderão perder seus investimentos. 

Criptomoedas aceitas no mercado:

As criptomoedas mais aceitas no mercado atualmente são: 

Bitcoin

Essa é a primeira criptomoeda que existiu no mercado para transações financeiras. Sendo lançada em 2009 e revolucionando o mercado eletrônico e os meios de pagamento dentro da internet em diversas plataformas. 

Ethereum

Esta é uma plataforma descentralizada que permite transações e efetivações de contratos por meio de pagamento em criptomoedas, dando a possibilidade ao comprador de deter aquilo que foi adquirido. 

Porém, sua principal diferença dos Bitcoins é a necessidade de de um registro completo de usuários devido a ter como base de transações assinaturas de contratos. 

Bitcoin Cash

Essa é a primeira criptomoeda criada a partir do fork do blockchain do Bitcoin, ela surgiu de um debate sobre o crescimento dos Bitcoins. 

Ela foi criada para trazer blocos de 8 MB, aumentando o poder de compra daqueles que optavam pela criptomoeda como meio de pagamento. 

O Bitcoin Cash foi uma nova revolução no e-commerce, facilitando muito as transações, possibilitando valores maiores de compra e ainda mais seguras. 

Ripple

Pertence aos dez principais grupos selecionados pela Market Cap. É uma solução de blockchain privada para pagamentos globais. Sua proposta é aumentar a velocidade das transações em escala global e reduzir os custos das mesmas. Em sua carteira de clientes, encontram-se grandes instituições financeiras como UBS e Santander.

Cada transação precisa realizar 0,00001 XRP. Uma vez destruído, o XRP não existirá mais. Se os usuários fizerem muitas transações (milhares por minuto), essa taxa aumentará como uma medida anti-spam.

Há muita controvérsia em torno da moeda porque ela não requer mineiros (é uma moeda pré-minerada, ou seja, já são pré emitidas em blocos de acordo com a sua valia) e o organizador possui uma grande porcentagem das moedas (cerca de 20%)

Quais são os benefícios das criptomoedas e como ter esse meio de pagamento?

Embora a criptomoeda não seja comumente usada no varejo, essa prática pode se tornar mais comum nos próximos anos devido às mudanças tecnológicas às quais os consumidores estão acostumados. 

Um dos principais motivos está relacionado à burocracia e ao custo dos meios de pagamento mais comuns, como o cartão de crédito.

Se compararmos as taxas que podem ser cobradas ao usar o cartão, talvez a criptomoeda seja uma boa escolha para complementaridade. No entanto, ainda não atingimos o estágio de adoção em larga escala e, atualmente, não podem ser totalmente substituídos.

Outra vantagem também está relacionada à segurança da transação. Os varejistas podem controlar os reembolsos, e isso é muito importante no combate à fraude, porque o gateway acabará punindo o varejista por estornos incorretos.

Por ser um meio de pagamento bastante seguro, o uso da moeda digital também é uma opção relacionada ao comércio eletrônico. As transações criptografadas são abertas e podem ser usadas em uma listagem eletrônica chamada blockchain. Portanto, este pode ser um ambiente mais confiável do que o modelo atual.

No modelo atual, as transações são controladas por um ou mais intermediários, e os intermediários podem entrar em conflito com os interesses dos usuários.

Embora seu uso seja limitado a poucas pessoas, os especialistas dizem que essas criptomoedas logo se tornarão mais democráticas.

Outras tendências de mercado também refletem o potencial das criptomoedas. Por exemplo, a VISA planeja lançar um cartão que pode converter criptomoeda diretamente em dinheiro. O cartão pode ser usado em 70 milhões de empresas em todo o mundo.

Porém, para que esse meio de pagamento seja disponibilizado para os usuários é necessário cadastrar as criptomoedas na plataforma de e-commerce, por esse motivo ainda não vemos tantos e-commerces com essa opção. 

Apesar de ser muito segura, as criptomoedas para o e-commerce ainda estão em  uma fase de descoberta do mercado e das possibilidades do usuário. E será a partir daí que as possibilidades surgirão. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *