Tecnologia / Mercado

8 tendências do e-commerce para 2021

A expansão pela qual vinha passando o comércio eletrônico foi ainda mais acelerada com a pandemia de coronavírus. Inclusive, 2020 […]

8 tendências do e-commerce para 2021

A expansão pela qual vinha passando o comércio eletrônico foi ainda mais acelerada com a pandemia de coronavírus. Inclusive, 2020 pode ser considerado um ano excepcional para o setor. Uma pesquisa da  Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em parceria com o Compre & Confie, mostrou que o faturamento foi de R$41,92 bilhões de janeiro até agosto, o que equivale a um aumento de 56,8% se comparado a 2019. Para aproveitar o momento da melhor forma, é fundamental conhecer as tendências do e-commerce para 2021

Essas também vêm sofrendo uma aceleração importante, tanto em função dos novos comportamentos de compra do consumidor, quanto pela transformação digital que está ocorrendo em todos os setores. 

Quer acompanhar de perto quais são elas para implementar em sua loja virtual? Então acompanhe o nosso post!

Tendências do e-commerce: em quais delas o mercado deve apostar em 2021

Com a revolução tecnológica que está ocorrendo no universo corporativo, novas plataformas, aplicativos e sistemas estão surgindo para facilitar a gestão das empresas e otimizar a experiência de compra dos consumidores. 

Tratando-se da área de e-commerce, são diversas novidades e soluções, tornando o processo de decisão um tanto complexo para os empreendedores. Por isso, listamos as 8 principais tendências do e-commerce em 2021, as quais devem ser consideradas pelos empreendedores. São elas:

1. Lojas virtuais interativas

Interatividade é um conceito chave quando se trata da percepção dos clientes sobre uma marca. Hoje, as pessoas buscam ter experiências online com o máximo de veracidade e humanização possíveis. Por isso, as lojas virtuais interativas estão entre as grandes tendências dos próximos anos.

Essas funcionam com o auxílio de recursos tecnológicos como a realidade virtual, a qual permite às lojas virtuais oferecerem, por exemplo, provadores virtuais que permitem aos clientes verem como ficariam os produtos sem a necessidade de irem à loja física. Um case de sucesso é o da Nike, a qual inovou em sua loja online trazendo a possibilidade de os usuários experimentarem os calçados sem saírem de casa. 

2. Pesquisa por voz

Os assistentes virtuais, como a Alexa, da Amazon, ou o Google Assistant, da Google, são cada vez mais utilizados. Segundo um estudo da ILUMEO, quase metade dos brasileiros entrevistados (48%) já utilizam a tecnologia ao menos uma vez na semana. 

Trata-se de uma tendência, batizada de voice commerce,  que pode ser incorporada aos e-commerces para as mais diversas finalidades, desde pedidos de comida em restaurantes até a pesquisa de produtos em uma loja virtual.

3. Inteligência artificial

A inteligência artificial já é um recurso consolidado em diversos setores, incluindo o de comércio eletrônico. Mais do que isso, é uma ferramenta que deve ser cada vez mais utilizada, na medida em que possibilita às marcas conhecerem os potenciais clientes e os respectivos comportamentos de compra

Na mesma medida, as lojas virtuais passam a oferecer melhores experiências, pois é possível oferecer exatamente o que o público espera.

Dois exemplos são os da Amazon e do AliExpress, que possuem um recurso de recomendação, o qual, quando acionado, mostra produtos que podem ser interessantes com base naqueles que já foram pesquisados ou comprados anteriormente. 

4. Novidades na prática SEO

Um dos pilares da otimização de e-commerces é o Search Engine Optimization (SEO), o qual impulsiona o rankeamento nos mecanismos de busca, como o Google. Essa é uma ferramenta que já vem sendo utilizada há algum tempo, mas que passa por mudanças constantes que devem ser adotadas para melhorar o posicionamento das lojas virtuais.

Nesse aspecto, algumas práticas que devem ser implementadas são reduzir o tempo de carregamento de páginas, utilizar o design responsivo, o qual permite boas experiências em quaisquer tipos de dispositivos, e monitorar o funcionamento de cada botão da loja.

5. Mobile Commerce

A pesquisa Panorama do Comércio Móvel no Brasil mostra que 85% dos brasileiros que possuem um smartphone fazem compras online. Ou seja, aqueles empreendedores que pretendem ter diferencial competitivo e fidelizarem clientes, devem tornar esse processo o mais agradável e satisfatório possível. 

Portanto, mais do que praticar o citado design responsivo, é preciso investir em soluções como aplicativos que permitem às compras direto pelo celular.

6. Vídeo promocional

Os vídeos promocionais de produtos também são uma tendência importante do setor de e-commerce. Esse é um formato que agrada grande parte dos consumidores, seja para demonstração e reviews de produtos ou para manter o relacionamento próximo e engajado com clientes e potenciais clientes. 

7. Planos de assinatura

Promover a fidelização de clientes é uma das grandes estratégias de negócios. Nesse cenário, os planos de assinatura estão entre as ações mais assertivas. Entretanto, hoje em dia esses vão além de plataformas de streaming ou serviços como os da Apple, por exemplo.

Empresas de vários setores e portes vêm lançando soluções de pacotes mensais para os clientes, como é o caso dos de tecnologia, esportes e beleza. Nesse último, um exemplo é o da Glambox, que atua na área de cosméticos. Trata-se de uma assinatura que dá direito ao recebimento de uma caixa com produtos variados, fazendo com que o público se torne fiel em função da customização e facilidade.

8. Chatbots

Os chatbots continuam entre as principais tendências do e-commerce em 2021. Afinal, os consumidores esperam ser atendidos o mais rápido e simplificado possível por suas marcas de preferência. 

Para reduzirem custos com a folha de pagamento, ao mesmo tempo em que oferecem atendimento 24x7x365, é cada vez mais comum encontrar lojas virtuais com atendimentos virtuais inteligentes e eficientes

Esses são alguns dos recursos para os quais as empresas do varejo eletrônico devem voltar sua atenção nos próximos meses, de modo a se destacarem no mercado e oferecerem boas experiências de compra aos seus clientes.

Gostou do conteúdo? Seu e-commerce utiliza algumas das soluções apresentadas? Comente aqui para compartilharmos experiências!

Tags:, ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Chegou sua hora de crescer sem limites

Avalie por 10 dias grátis.

Crie sua loja