Marketing / Empreendedorismo

10 Dicas de como criar nome de lojas virtuais

Selecionar nomes para loja virtual e escolher entre os melhores é um dos processos mais desafiadores e importantes a serem […]

10 Dicas de como criar nome de lojas virtuais

Selecionar nomes para loja virtual e escolher entre os melhores é um dos processos mais desafiadores e importantes a serem feitos por quem vai empreender na internet. Afinal, trata-se de uma tarefa estratégica, a qual tem influência direta sobre a percepção do público, principalmente em suas primeiras interações com uma marca. 

É possível até mesmo afirmar que, conforme for essa experiência dos potencias clientes, os mesmos podem seguir a jornada de compra ou procurarem a concorrência. Portanto, é imprescindível que, além de criatividade, os empreendedores se atentem a outros fatores que favorecem uma tomada de decisão assertiva.

Quer saber quais são eles? Então confira as nossas 10 dicas para ter êxito na hora de criar o nome para sua loja virtual

1. Analise os seus concorrentes

O primeiro passo para quem quer encontrar um bom nome para loja virtual é fazer um estudo da concorrência. Isso serve tanto como inspiração, já que podem surgir insights durante as análises, quanto para ter certeza de que será criado algo inédito. 

Como dá para imaginar, errar nesse quesito pode fazer com que seu e-commerce seja confundido com os dos concorrentes, o que pode trazer prejuízos ao longo do tempo.  

2. Conheça seu público-alvo

Como citamos, o nome de um e-commerce impacta diretamente o público, principalmente em suas primeiras interações. Portanto, antes de tomar uma decisão, é imprescindível conhecer a fundo os potenciais clientes

Isso pode ser feito através de pesquisas e entrevistas, as quais apontem características, dores, desejos e necessidades. Assim, é possível optar por aqueles nomes que combinem da melhor forma com o perfil levantado. 

3. Priorize nomes curtos

Para que um nome seja impactante e simples de lembrar, escrever e pronunciar, é preferível optar pelos curtos. Nesse aspecto, uma dica para quem escolher os mais longos é incluir uma sigla como parte da logomarca.  

Desse modo, a mesma pode ser utilizada na comunicação em diferentes momentos. Esse é o caso de nomes de marcas famosas, como por exemplo, General MotorsGM, e Clemens e August BrenninkmeijerC&A

4. Escolha nomes para loja virtual que sejam fáceis de gravar

Não adianta criar nomes para loja virtual que sejam curtos, mas difíceis de lembrar. Por exemplo, escolher palavras estrangeiras para o público C e D pode ser um fator negativo, já que muitos consumidores não as dominam. 

Outro detalhe a evitar no caso dos e-commerces são as nomenclaturas muito inventivas, compostas por números e símbolos, as quais podem gerar confusão.

Outro cuidado importante é em relação a cedilha (ç), letra que não fará parte do domínio da sua loja virtual, dificultando a busca de clientes.  

5. Veja se está disponível no Registro.BR

Ainda sobre domínios de sites, é fundamental que, ao selecionar nomes para loja virtual, o empreendedor pesquise no Registro.BR, com o objetivo de se certificar que o mesmo já não existe. Caso encontre domínios com a mesma nomenclatura pretendida, desista e passe para a próxima opção.

6. Tente usar palavras-chave

Quando um site é bem rankeado nos mecanismos de busca, como o Google, automaticamente chega mais próximo ao público-alvo. Portanto, ao escolher um nome para sua loja virtual, verifique a possibilidade de utilizar uma palavra-chave que remete às pesquisas que podem ser feitas. Entretanto, essa não é uma regra, apenas uma dica que pode ser utilizada quando possível. 

7. Tome cuidado com o duplo sentido

Outro cuidado importante ao criar nomes para loja virtual é o duplo sentido. Para ficar mais claro, imagine que sua escolha é um nome estrangeiro, no entanto, ao deixar de consultar um tradutor, você comete um erro de significado. Dá para ter uma noção de como isso pode prejudicar uma marca, não é mesmo? Por esse motivo, toda a atenção é necessária. 

Ainda, mesmo que a opção seja pela Língua Portuguesa, verificar a ortografia garante que não ocorram gafes e erros. Vale frisar também que é essencial analisar o nome inserido no endereço da web, pois as palavras juntas podem gerar um triplo sentido.

8. Pense no seu nicho de mercado

Para dar um nome adequado a sua loja virtual é preciso considerar o nicho de mercado e os itens que compõem o catálogo de produtos. Ao considerar esses aspectos, somados à missão que a loja virtual terá, é possível fazer uma seleção mais assertiva.

9. Faça um Brainstorming

Após as análises sobre todos os fatores citados, é o momento de realizar um brainstorming, que em tradução livre significa tempestade de ideias. Para quem tem dúvidas sobre o que isso significa, trata-se de um estudo de possibilidades, com o objetivo de encontrar as melhores soluções acerca dos mais diversos assuntos. 

Quando relacionado aos nomes de loja virtual, você deve começar listando aqueles que mais combinam com o seu e-commerce. Escreva o máximo de ideias possíveis e depois vá eliminando aquelas que fizerem menos sentido. A partir daí, as opções vão se afunilando e fica mais fácil decidir. 

10. Escolheu? Então registre!

Após ter feito a escolha, é preciso registrar o nome da loja virtual imediatamente, de forma a garantir que continue disponível. O registro de marca deve ser feito no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e tem validade de 10 anos. 

Apesar de ser uma tarefa que requer uma boa dose de esforços, a mesma pode ser muito compensadora. Prova disso são nomes de marcas famosas como Netflix, Amazon, Dafiti, Netshoes e Americanas, os quais certamente contribuíram com o sucesso das mesmas.

Depois de ler o nosso artigo, o processo de criação de nomes para loja virtual ficou mais claro para você? Tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto? Comente aqui para compartilharmos experiências!

Tags:, , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Chegou sua hora de crescer sem limites

Avalie por 10 dias grátis.

Crie sua loja