Eduarda Guedes

13 de outubro de 2021

Compartilhar

Guia de SEO para lojas virtuais: segredos e táticas para ranquear melhor nos buscadores

11 min de leitura

As táticas de SEO para lojas virtuais são fundamentais para quem deseja obter mais tráfego e vendas no e-commerce, atingindo os resultados esperados. O SEO on-page, trata-se de otimizações exercidas na páginas de um site que proporciona melhorias no conteúdo como inserir a palavra-chave no título e subtítulo, a otimização das imagens com alt text (texto alternativo) e legenda, além da arquitetura da informação como meta tags e a definição do URL adequado. 

Neste guia de SEO, você vai entender como funcionam as táticas e segredos para lojas virtuais, onde você saberá como atingir o ranqueamento do seu site nos mecanismos de busca. Além disso, irá compreender a importância de realizar as melhorias necessárias, certificando-se de que estão sendo enviados todos os sinais corretos ao Google. Vamos lá? 

O que é SEO para loja virtual?

SEO (Search Engine Optimization) consiste no processo usado que torna sua loja virtual mais perceptível nas páginas de resultados dos buscadores. 

Certamente, quando as pessoas buscam por produtos vendidos pelo seu e-commerce, é preferível estar classificado em um nível alto para obter mais tráfego, certo? Desse modo, será preciso fazer anúncios para conseguir tráfego por meio de pesquisa paga, no entanto, quando você usa as técnicas de SEO o custo é muito menor.   

Isso porque o SEO para lojas virtuais inclui a otimização dos títulos das páginas, dos metadados, das descrições de produtos, da estrutura de links internos e de navegação para pesquisa e a experiência do usuário. Ou seja, para cada produto deve haver uma página dedicada e projetada para atrair tráfego dos mecanismos de busca.

Contudo, você também deve incluir as páginas estáticas e não orientadas ao produto do seu site. Elas são:  

  • Página inicial;
  • Sobre a empresa;
  • Páginas de FAQ;
  • Artigos de blog;
  • Resposta de Central de Ajuda;
  • Página de contato.

Para essas páginas, você deve criar uma lista de palavras-chave e termos relacionados. Para facilitar a busca dessas palavras-chave e long tails, é possível utilizar ferramentas como o Ubersuggest.

Qual a importância do SEO para lojas virtuais?

Podemos imaginar a importância do SEO para lojas virtuais quando pensamos como os consumidores procuram um produto ou serviço. Logo, é possível saber que eles optam por pesquisas no Google, onde estão procurando opções, dicas, comparações e qualquer informação que ajude-os a tomar a decisão de compra  Portanto, você deve estar atento às otimizações do seu site para que apareça nos mecanismos de busca. 

De fato, muitas dessas ações são sempre feitas, após ser percebido que o produto foi pesquisado no Google e não apareceu a sua loja nos resultados de pesquisa e sim o seu concorrente.

Assim, as ações de SEO para loja virtual começam a fazer sentido dentro da operação, visto que elas proporcionam uma forma de atingir seu público-alvo sem a necessidade de pagar por anúncio. No momento em que as pessoas são levadas ao seu site, é possível fazer com que elas permaneçam através dos seus produtos de qualidade, textos relevantes e frases motivacionais. 

Como desenvolver estratégia de SEO para loja virtual?

O SEO para loja virtual pode exigir um tempo enorme, principalmente se seu site está repleto de produtos. De fato, o procedimento pode demorar, entretanto, você pode torná-lo mais rápido com as seguintes dicas:

  • Priorize as páginas: você pode começar com as páginas do seu e-commerce que possuem mais tráfego e também é possível otimizar um produto específico que você deseja ter mais destaque;
  • Crie um fluxo de trabalho: como o SEO para loja virtual requer atenção a muitos requisitos, separe-os por etapas como a escolha por palavras-chave, nomeação das imagens, inclusão de metadados, inclusão de atributos alternativos de imagem e incorporação de termos relacionados a essa categoria;
  • Confira a concorrência: uma das principais metas da estratégia de SEO é superar a concorrência. Então, procure nos sites concorrentes quais são os esforços de SEO deles e veja como tornar a sua loja superior; 
  • Continue com o CRO: sempre deixe a otimização da taxa de conversão (CRO) atrelada ao SEO. 

Checklist de SEO para loja virtual 

Chegamos ao momento deste guia de SEO para lojas virtuais em que separamos as melhores dicas para as pessoas encontrarem seus produtos com mais facilidade. Aplique as seguintes estratégias e alcance o ranqueamento! 

Use as palavras-chave certas

Como sempre, as palavras-chaves são de bastante importância, no entanto, não sobrecarregue os títulos e as descrição dos produtos com elas. Vale ressaltar que os termos devem estar nivelados também no conteúdo.

Dessa forma, você pode citar a palavra-chave principal no título, na meta descrição, nos atributos alternativos de imagem e nos subtítulos do produto. Distribua palavras-chave de índices semânticos latentes (LSI) por todo lugar. Assim, o Google conseguirá entender o contexto de sua página. 

Analise o volumes de buscas, CPC e intenção do usuários

É preciso fazer uma investigação sobre uma palavra-chave antes de usá-la. Para isso, você precisa analisar com que frequência as pessoas pesquisam (volume de busca) que indica maior popularidade. 

Após isso, é preciso verificar o quão ela é competitiva no espaço de publicidade paga (CPC), se caso a palavra-chave for muito competitiva, busque por uma opção de long tail menos disputada. 

Por fim, verifique a intenção do usuário a procurá-la, ou seja, o que eles desejam encontrar quando procuram por essa palavra-chave no Google. 

Pesquise os concorrentes

Essa é uma boa opção para quem está iniciando. As empresas de grande porte, por exemplo, são as que mais trabalham para otimizar seus sites e você pode adquirir muito conhecimento através delas. Considere as palavras-chave que estão visíveis nas páginas iniciais dos itens principais. 

Para saber se o site está sendo otimizado para uma palavra-chave específica, é possível usar extensão para Chrome “SEO Meta in 1 Click”, onde você consegue visualizar o título de SEO e a descrição que seus adversários utilizam nas headings tags

Além disso, estão disponíveis outras ferramentas como o SemRush, que possibilita a visualização das palavras-chave que seus concorrentes classificaram na pesquisa orgânica e paga.

Foque no SEO da página inicial 

Certamente, a página inicial é uma das principais páginas em que as empresas concentram seu orçamento e energia em SEO, existem alguns itens que você precisa se concentrar como: 

  • Tag do título da página inicial: aqui você deve incluir o nome da sua empresa juntamente com a frase-chave que você deseja alcançar escrevendo com menos de 70 caracteres de maneira atrativa para os usuários, assim eles verão nos resultados de busca;
  • Meta descrição da página inicial: essa questão não é tão importante em relação às classificações de palavras-chaves, no entanto, a meta-descrição da página inicial consiste em um texto de 160 caracteres que irá aparecer na pesquisa abaixo da tag de título, então escreva-a de maneira que impulsione os usuários a visitarem o site;
  • Conteúdo da página inicial: como o conteúdo da página inicial deve ajudar os visitantes a entender mais sobre a empresa e os produtos de forma objetiva, evite colocar muitas informações. Apresente poucas mercadorias com uma proposta de venda exclusiva. 

Simplifique a arquitetura do site

De acordo com que você vai adicionando os produtos e categorias à sua loja virtual, a arquitetura do site desenvolve um papel importante na otimização de busca. Por isso, você deve ter uma hierarquia diferente de navegação da sua página inicial às categorias de produtos e aos artigos dentro delas. 

Dado que os robôs de motores de busca vão descobrir páginas e produtos em seu site baseado na estrutura de links internos, deixe-as mais claras o possível, pois são fáceis de seguir. Faça com que os visitantes possam alcançar tudo em até 3 cliques.

Use links internos 

O uso dos links internos é importante porque eles impulsionam o SEO da loja virtual, apresentando a relação entre as páginas. Além de que aumentam o tempo no site, motivando os usuários a explorarem o e-commerce e criam links para os produtos ou até mesmo para os artigos de blog que levam informações para ajudar melhorar o SEO e tornar seu site mais atrativo para pesquisas mais profundas. 

Otimize as páginas de produtos

Sabendo que as páginas de produtos são uma força indispensável para seu negócio, priorize grande parte da sua energia para otimizá-los. Muitos lojistas apenas escrevem algumas linhas de texto sobre cada produto e exibem uma imagem ou vídeo. No entanto, você pode ir além! Reúna informações sobre páginas de produtos para o Google localizá-las, como: 

  • Nome do produto;
  • Otimização de imagem;
  • Video;
  • Avaliações de clientes; 
  • Conteúdo de FAQ.

Use design responsivo      

Considerando que as pessoas fazem muitas compras pelo celular, a utilização do design responsivo irá impulsionar ainda mais o seu ranqueamento no Google, além de levar uma melhor experiência para o usuário. O índice mobile-first do Google, por exemplo, usa o mobile-friendly como sinal de classificação.

Reduza o tempo de carregamento da página

Você pode reduzir o tempo de carregamento da página, pois a velocidade também é um sinal de classificação para o desktop e também para os dispositivos móveis, assim, o Google irá classificar a suas páginas conforme a velocidade que elas carregam.

Para isso, é possível subtrair o máximo de elementos desnecessários na página, como o tamanho e dimensão da imagem. Diminuindo o tamanho de uma foto de 1000x1000 pixels para 500x500 pixels, você consegue reduzir o seu peso, além disso, é indicado salvar as imagens como JPGs de menor qualidade com o auxílio de um software de edição, como o Adobe Photoshop.

Crie backlinks para o e-commerce

Essa é outra forma de classificação que o Google utiliza para determinar onde suas páginas pertencem nas SERPs. Quanto maior for o número de backlinks no seu site, maior será a confiança que seu e-commerce passará

Não é tão difícil construir backlinks para lojas virtuais, basta pedir a permissão aos proprietários de outros blogs que sejam relacionados com o seu nicho, através de um e-mail para fazer uma possível postagem de convidados.  

As melhores ferramentas de SEO

Outro segredo importante neste guia de SEO para lojas virtuais, é usar as ferramentas certas. Por isso, listamos alguns sites muito utilizados para encontrar formas de melhorar o SEO on-page e off-page para que você alcance maior ranqueamento, elas são: 

  • Ubersuggest: com essa ferramenta você consegue usar as melhores palavras- chave que direcione o seu site e também encontrar termos relacionados que impulsionem sua classificação. Para isso, digite uma palavra-chave que você pretende usar e a ferramenta irá rastrear várias fontes na web à procura de CPC, volume de pesquisa e entre outros;
  • Google Search Console: esse é um serviço gratuito, oferecido pelo Google que pode te auxiliar a monitorar e resolver problemas no seu site e no seu resultado de pesquisa. E você não precisa se inscrever para aparecer nestes resultados de busca do Google;
  • Ahrefs: com essa ferramenta você consegue encontrar backlinks para seu site e também para seus concorrentes. Dessa forma, se alguém tiver um link para o seu adversário você pode construir um relacionamento, enviando um e-mail para essa pessoa ou empresa e conseguir um backlink para seu e-commerce. Você pode tentar sugerir uma de suas postagens mais acessadas que pode está despertando o interesse para a persona do site parceiro.        

Com essas dicas é possível estar um passo à frente de seus concorrentes, assim, você consegue levar as pessoas para o seu site, antes de convertê-las em suas ofertas.

Durante esse post, você aprendeu a verificar o SEO de sua loja virtual a partir de: 

  • Escolha correta das palavras chave;
  • Pesquisa dos concorrentes;
  • Foco no SEO da página inicial;
  • Simplificação da arquitetura dos seu site;
  • Otimização da páginas de produtos;
  • Utilização de um design responsivo;   
  • Redução de tempo do carregamento da página; 
  • Criação de backlinks. 

Seguindo essas etapas do nosso guia de SEO para lojas virtuais, você terá uma posição superior no ranqueamento e, consequentemente, gerará potenciais clientes para seus esforços de CRO.

E lembre-se: você pode até conseguir tráfego através das pesquisas pagas, entretanto, utilizando esses segredos e táticas de SEO para lojas virtuais, o custo será extremamente menor.    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *